Tamanho do texto

Capitão do time gaúcho não gostou da vitória por 1 a 0 e considerou que o placar deveria ter sido mais elástico pela superioridade do Inter no Beira-Rio

O Internacional iniciou neste sábado a luta para encerrar o jejum de 35 anos sem títulos brasileiros. O importante, claro, é vencer, e começar batendo o Vitória por 1 a 0 já deu à equipe Abel Braga seus primeiros três pontos na competição. Ainda assim, o capitão D’Alessandro queria mais: para o argentino, o time gaúcho poderia ter vencido os baianos por diferença superior.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

D'Alessandro durante o jogo contra o Vitória
Alexandre Lops/Sport Club Internacional
D'Alessandro durante o jogo contra o Vitória

"Merecíamos fazer mais um ou dois gols, mas o importante é o resultado. O placar não reflete as chances que tivemos. 1 a 0 foi pouco, mas merecido", analisou D’Ale, que reclamou da sequência de faltas que sofreu do meia Juan: "a arbitragem tem que entender que quando o cara faz três ou quatro faltas consecutivas tem que levar amarelo", disse o argentino.

Com gol de Aránguiz no começo, Internacional bate o Vitória no Beira-Rio

Os demais jogadores entenderam que o fato de a vitória ter sido por apenas 1 a 0, uma semana após a goleada sobre o Grêmio, é um fato absolutamente normal. "O Brasileiro é totalmente diferente do Gauchão, mas foi bom começarmos ganhando em casa, dando esse presente à nossa torcida", afirmou o centroavante Rafael Moura.

O volante Willians fez análise parecida: "o Brasileiro é difícil, tem adversários duros. É diferente do Gaúcho porque tem vários times de qualidade. A gente sabia que o Vitória ia dificultar, mas o bom é que a gente fez o gol cedo e conseguiu o resultado", explicou o centromédio.

O técnico Abel Braga ganhará agora oito dias para treinar a equipe até o próximo confronto de sua equipe no Campeonato Brasileiro. Domingo, o Internacional visitará o Botafogo, no Maracanã. Diante do Rubro-Negro Baiano, o Inter obteve sua nona vitória consecutiva na temporada.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.