Tamanho do texto

Equipe perdeu a chance de colar no líder Liverpool, e Mourinho amarga a primeira derrota em casa na Premier League

Ramires tenta arrancar com a bola na derrota do Chelsea para o Sunderland
Lefteris Pitarakis/AP
Ramires tenta arrancar com a bola na derrota do Chelsea para o Sunderland

Neste sábado, o Chelsea perdeu em casa para o Sunderland, no Stamford Bridge, por 2 a 1, pela 35ª rodada do Campeonato Inglês, e se complicou na disputa pelo título da Premier League. Com 77 pontos, o Liverpool joga neste domingo e pode se afastar ainda mais no topo da tabela. Os gols da partida foram marcados por Eto’o, Wickham e Borini.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Inglês

O resultado ainda não anula as chances dos blues em alcançarem o tão sonhado caneco da liga. Enquanto isso, o Sunderland tenta respirar na tabela de classificação, mas continua na lanterna e com poucas chances de escapar do rebaixamento. Dessa forma, precisa vencer todas as próximas partidas que disputar na temporada.

Confira como foi os lances da partida

Esta foi a terceira derrota do técnico Mourinho no comando do Chelsea atuando no Stamford Bridge e a primeira derrota na Premier League jogando em casa. 

O jogo

Precisando da vitória para não deixar o Liverpool escapar na liderança do Inglês, o Chelsea deu muito trabalho ao Sunderland na primeira etapa. Logo aos nove minutos os blues foram para área e conseguiram o primeiro escanteio. Na cobrança, o brasileiro William encontrou Samuel Eto’o que se livrou do beque que o marcava e chutou forte ara abrir o placar.

O ímpeto ofensivo da equipe de José Mourinho, no entanto, custou caro: aos 15, o Sunderland conseguiu um escanteio e, livre, Adam dominou e soltou uma bomba. Schwarzer fez uma bela defesa, mas não conseguiu defender a batida de Wickham, que igualou o marcador.

Antes do juiz assinalar o fim da etapa inicial, o Chelsea encontrou tempo para criar mais uma boa chance de marcar. Após boa troca de passes, Ramires recebeu dentro da pequena área e, deslocado pelo zagueiro adversário, não encontrou boas condições para finalizar. Mesmo assim, os blues foram ao vestiário com a certeza de um primeiro tempo dominado tecnicamente por eles, restando apenas encontrar mais espaço na defesa visitante.

Se não fez no primeiro tempo, os donos da casa acabaram se complicando na etapa final. Mesmo com um forte domínio sob os atentos olhares de Mourinho, o Chelsea acabou surpreendido no fim da partida, fazendo jus à sabedoria popular: quem não faz, toma.

Aos 35 minutos, Azpillicueta perdeu a bola na esquerda, viu Altido roubá-la e acabandou dando um carrinho e derrubando o americano dentro da grande área. O juiz marcou pênalti. Borini bateu no meio, mas, mesmo assim, conseguiu virar o jogo e dar a vitória ao Sunderland.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.