Tamanho do texto

Primeiro jogo no estádio será no dia 10 de maio, com ex-jogadores e do atual elenco do Corinthians

Mario Gobbi
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Mario Gobbi "recebe" o estádio de Itaquera em nome do Corinthians

O Corinthians recebeu da Odebrecht nesta terça-feira o controle do seu estádio em Itaquera. Ainda que as obras não tenham sido 100% concluídas e ainda haja trabalhadores instalando cadeiras e terminando a construção das arquibancadas provisórias para os jogos da Copa do Mundo , a partir de agora, até 22 de maio, é o Corinthians que administrará a arena antes de ele ser passado a à Fifa. O jogo de abertura da Copa será em 12 de junho entre Brasil e Croácia.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

No evento realizado no salão principal nos baixos do estádio, o ex-presidente Andrés Sanchez, designado por Mário Gobbi para administrar a arena, informou que o estádio terá custo final de até R$ 960 milhões, R$ 100 mi a mais que o orçamento inicial.

O primeiro evento marcado para o estádio será no dia 26 de abril e terá apenas crianças de escolas públicas da região, cerca de 5 mil, segundo Andrés Sanchez. No dia 1º de maio, Dia do trabalho, haverá um jogo para até 10 mil pessoas entre funcionários e familiares dos operários da obra. E no dia 10 de maio, um jogo com capacidade maior, com atuais e ex-jogadores do Corinthians. O clube aguarda a liberação dos bombeiros para saber a capacidade permitida de público. O primeiro jogo oficial será no dia 17 de maio, entre Corinthians e Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro.

Andrés Sanchez ao lado de trabalhador na entrega da Arena ao Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Andrés Sanchez ao lado de trabalhador na entrega da Arena ao Corinthians


“Vão dizer que entregaram o estádio inacabado, que está um caos, mas podem ficar tranquilo que nada vai cair na cabeça de ninguém. Quando você compra uma casa, você se muda e tem coisas pra ajustar todo dia. O Corinthians é humilde, tivemos de mudar, e algumas coisas tem de terminar. Mas temos até o final de maio pra deixar realmente pronto para uma ótima Copa do Mundo”, disse Sanchez.

O entorno do estádio é uma preocupação da Fifa. As obras dos viadutos que ligam Guaianazes a Itaquera e a avenida Jacu-Pessego ao estádio estão adiantadas, mas só serão entregues a menos de um mês da abertura. Uma praça na saída do metrô entre a Fatec e o prédio leste do estádio está em estágio avançado e segundo a vice-prefeita, Nádia Campeão, será entregue no final de abril. A ideia é criar um espaço de confraternização dos torcedores antes dos jogos nessa região.

Durante a cerimônia de entrega simbólica do estádio, a Odebrecht apresentou um vídeo com os avanços da obra desde 30 de maio de 2011, primeiro de obras. Foram apresentados números do estádio e uma homenagem aos operários mortos na obra. Foram três fatalidades.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.