Tamanho do texto

Barça voltou a ser derrotado pelo adversário depois de 42 anos e pode ver o Atlético de Madri se afastar na ponta

O Barcelona não conseguiu transformar em gols a pressão exercida sobre o Granada - principalmente durante o segundo tempo - e foi derrotado neste sábado, no estádio Los Cármenes, pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol . Marcado por Brahimi, o gol da vitória do Granada por 1 a 0 foi histórico. A equipe não vencia o Barcelona há 42 anos.

Messi em ação pelo Barcelona contra o Granada pelo Campeonato Espanhol
Reuters
Messi em ação pelo Barcelona contra o Granada pelo Campeonato Espanhol

Por causa do revés, o vice-líder Barcelona (78 pontos) corre o risco de ver aumentar a diferença para o líder, Atlético de Madri, que tem um ponto a mais e joga no domingo contra o Getafe. O Real Madrid venceu o Almería mais tarde e também chegou a 79 pontos.

Com o resultado, o Granada - que acumulava três derrotas seguidas, chegou aos 37 pontos e subiu para a 13ª colocação.

Na próxima rodada, o Granada joga fora de casa contra o Sevilla. Já o Barcelona recebe o Athletic Bilbao no Camp Nou.

O jogo

O Granada abriu o placar aos 15 minutos. Lançado por Fran Rico, Brahimi se aproveitou de falha da defesa do Barcelona, entrou livre na área e tocou na saída de José Pinto.

A resposta do Barcelona aconteceu em dois lances aéreos. Aos 17, Neymar cruzou e Messi cabeceou para fora. Cinco minutos mais tarde, foi a vez de Neymar cabecear, por cima do gol, após passe de Montoya.

Os torcedores do Granada reclamaram de pênalti em jogada envolvendo El Arabi e Mascherano, aos 20. O jogador do time anfitrião caiu após dividida com o argentino, mas o juiz nada marcou.

Aos 30 minutos, Neymar recebeu fora da área e arriscou de longe, buscando o ângulo de Karnezis. Com uma grande defesa, o goleiro espalmou a bola e salvou o Granada.

O Barcelona voltou para a segunda etapa pressionando o Granada. Aos oito minutos, Neymar escorou de cabeça e Fabregas finalizou de voleio. Karnezis, com uma linda defesa, livrou os anfitriões.

Aos nove, o Granada quase ampliou o marcador. Brahimi recebeu livre na área e finalizou. Montoya, com um corte providencial, salvou o Barcelona.

Aos 13 minutos, Neymar recebeu passe de Fabregas e finalizou de esquerda. A Bola triscou a trave do goleiro Karnezis, que só olhou.

Aos 17 e aos 18, o goleiro do Granada voltou a bilhar. Karnezis defendeu falta que Messi cobrou no ângulo e, em seguida, defendeu bola rebatida após um cruzamento.

Aos 35 minutos, Neymar recebeu na área, conseguiu tirar do goleiro, mas a zaga do Granada tirou em cima da linha. No lance seguinte, Iniesta chutou rasteiro no canto esquerdo, mas viu a bola sair por pouco.

Aos 42 minutos, El Arabi saiu na frente de Pinto, mas finalizou em cima do goleiro do Barça, que fechou bem o ângulo. No rebote, o atacante tentou novamente, e a zaga afastou.

Pedro desperdiçou a derradeira chance do Barça aos 46. O atacante chutou da entrada da área, e o goleiro Karnezis fez a defesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.