Tamanho do texto

Corinthians estreia no torneio nacional no dia 20 de abril, diante do Atlético-MG

Mano Menezes conversa com Guerrero no treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Mano Menezes conversa com Guerrero no treino do Corinthians

A queda precoce no Campeonato Paulista ofereceu ao Corinthians uma longa preparação para o Campeonato Brasileiro. Sem nenhum jogo desde o dia 23 de março, o técnico Mano Menezes já vê a equipe pronta para a estreia no Nacional, em 20 de abril, mas ainda aproveita o tempo livre para fazer novos ajustes.

O que espera do Corinthians no Brasileirão? Comente com outros leitores

O período de treinamentos deixou o gaúcho mais confiante na consistência defensiva, um problema ao longo da maior parte do Estadual. A produção ofensiva ainda pode ser melhorada, algo observado pelo comandante no jogo-treino do último sábado, contra a Ponte Preta, vencida por 2 a 0.

Leia mais: Mano aposta em rápida adaptação de Petros e Ferrugem ao Corinthians

"O jogo foi pela manhã, e sempre existe uma diferença natural de rendimento, porque quase nunca se joga pela manhã. Mas gostei, achei que defensivamente o time esteve muito mais bem postado. Ofereceu pouco ao adversário, mesmo sendo um jogo-treino, em que geralmente os atletas entram mais relaxados", afirmou Mano.

E ainda: Técnico do Corinthians compara Elias com Paulinho e o vê como protagonista

"A equipe ainda precisa melhorar a chegada ofensiva. Estamos trabalhando justamente isso, conscientizando os atletas de que a chegada à área tem que ser melhor, com a entrada de alguém do meio. Estou contente com o resultado dos treinos, tendo a possibilidade de fazer as coisas com intensidade e repetição", acrescentou.

O primeiro compromisso do Corinthians no Campeonato Brasileiro será contra o Atlético-MG, provavelmente em Uberlândia. Dá para melhorar até o dia 20, mas, de acordo com o treinador, o time do Parque São Jorge estaria pronto para iniciar a luta pelo hexa hoje.

"Já estaríamos preparados. As últimas rodadas do Paulista nos deram essa certeza. O rendimento foi muito positivo nas últimas rodadas, os números mostram isso. Mas você ter mais 12 dias, algo difícil no futebol brasileiro, deve ser aproveitado por todos os técnicos que podem fazer isso", concluiu Mano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.