Tamanho do texto

Atacante não balança as redes desde a vitória do clube por 4 a 2 sobre o Avaí, em 17 de setembro de 2013, ainda pela Série B

Vinicius em ação pelo Palmeiras
Helio Suenaga/Gazeta Press
Vinicius em ação pelo Palmeiras

Um dos últimos jogadores do Palmeiras a sair do campo da Academia de Futebol nesta quinta-feira não demorou a deixar o gramado por conta de treinamento. Com espaço cada vez mais reduzido, Vinicius, que não marca gol desde 17 de setembro, teve conversa de cerca de 20 minutos com o gerente de futebol Omar Feitosa.

O bate-papo ocorreu no meio do gramado, afastado da imprensa, e teve bastante gesticulação do dirigente. O atacante mais ouviu, mas também ponderou quando teve oportunidade antes de ambos saírem caminhando e conversando para as dependências internas do centro de treinamento.

Vinicius foi um dos jogadores mais xingados pela torcida após a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista. O camisa 19 substituiu Alan Kardec, que se machucou durante o jogo contra o Ituano, e falhou nas chances que teve de evitar a derrota por 1 a 0 diante de 30 mil pessoas no Pacaembu.

O jogador de 20 anos está em sua quinta temporada no grupo profissional palmeirense, mas nunca se acostumou a balançar as redes. Seu jejum atual é de 198 dias, já que não marca desde a vitória por 4 a 2 sobre o Avaí, em 17 de setembro. Em 103 jogos, o atacante fez somente oito gols.

O treinador Gilson Kleina ainda adota o discurso de que confia no garoto, mas, contra o Vilhena, não o relacionou nem para a concentração. É possível que a diretoria procure a comissão técnica para saber a possibilidade de emprestá-lo, já que o jogador tem contrato até 8 de setembro de 2017.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.