Tamanho do texto

De volta ao trabalho, Ronaldo Ximenes tem a missão de tentar fechar a contratação do volante do Sporting

A diretoria do Corinthians ganhou um reforço na negociação para tirar o meio-campista Elias do Sporting, de Portugal. O diretor de futebol Ronaldo Ximenes voltou a trabalhar após nove dias de afastamento por licença médica e já se inteirou sobre a situação do jogador que defendeu o clube paulistano entre 2008 e 2010 e estava no Flamengo.

O Corinthians tem até esta segunda-feira, quando será encerrada a janela de transferências de atletas do exterior para o Brasil, para sacramentar a transação. O principal empecilho é financeiro, já que o Sporting está relutante em vender os 50% que detém dos direitos econômicos de Elias por menos de € 4 milhões (R$ 12,44 milhões).

Por 'qualificação de elenco', Mano Menezes acredita na contratação de Elias

Para resolver o impasse, o presidente Mário Gobbi deixou de contar com a ajuda de parceiros. A estratégia que ele informou a Ximenes é parcelar o pagamento ao Sporting ou convencer os dirigentes portugueses a ceder o atleta por empréstimo, o que tem se mostrado pouco provável.

Nos últimos dias, Gobbi centralizou em si os esforços do Corinthians para contratar Elias. "Com o Ronaldo ausente, estou matando as saudades do triênio 2008-2010 ( quando foi diretor de futebol ). Mas, graças a Deus, ele está voltando, pois é difícil acumular funções", comentou o mandatário, na quinta-feira.

Operário morre durante montagem das arquibancadas da Arena Corinthians

Ximenes se licenciou porque estava sob efeitos de forte medicação, que prejudicava o seu sono. Na manhã de sábado, o diretor de futebol já havia retomado as suas atividades ao assistir ao treinamento do Corinthians no CT Joaquim Grava na companhia do técnico Mano Menezes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.