Tamanho do texto

Milan derrotou o Chievo por 3 a 0 e colocou o adversário perto da zona de rebaixamento do campeonato

O meia Kaká foi o grande destaque do Milan neste sábado. Em seu 300º jogo pela equipe , o brasileiro marcou dois gols e foi decisivo para a vitória por 3 a 0 sobre o Chievo, que está à beira da zona de rebaixamento do Campeonato Italiano.

Confira a tabela do Campeonato Italiano

Kaká comemora seu gol com Taarabt: brasileiro fez seu 300º jogo pelo Milan
Alessandro Garofalo/Reuters
Kaká comemora seu gol com Taarabt: brasileiro fez seu 300º jogo pelo Milan

A situação do Milan na tabela de classificaçãotambém não chega a ser confortável. O time de Kaká passou a computar 42 pontos com o resultado positivo deste fim de semana (quase a metade dos 81 da líder Juventus) e sonha só com uma vaga na próxima Liga Europa.

Leia também : Em meio a êxodo de craques, Itália vê Juventus aproveitar bem período de seca

Os problemas do Milan, no entanto, não foram levados ao San Siro no dia festivo de Kaká. Logo aos quatro minutos, o francês Adil Rami fez um bom cruzamento da direita, e o centroavante Mario Balotelli arrematou para dentro.

Kaká anotou o seu primeiro gol aos 27, quando o japonês Honda levantou a bola na área. O brasileiro avançou livre de marcação, aproveitando a falha de marcação do Chievo, e completou para a rede diante do goleiro adversário.O público presente no San Siro, então, passou a reverenciar o ídolo Kaká, que lembrava o seu 300º jogo pelo Milan com os dedos e era aplaudido de pé pelo técnico holandês Clarence Seedorf.

No segundo tempo, Kaká pôde comemorar um pouco mais. Aos nove minutos, o brasileiro ajeitou a bola no bico da área e bateu colocado para marcar um golaço, sacramentar o resultado positivo do Milan e ser novamente ovacionado pelos torcedores.

Aos 28, Seedorf proporcionou o último momento de veneração a Kaká. O treinador substituiu o meia, sob cantoria intensa para ele, pelo compatriota Robinho. Com o ex-santista em campo, o Chievo quase conseguiu descntar. O francês Cyril Théréau cobrou um pênalti no travessão, já nos acréscimos.