Tamanho do texto

Penapolense escalou o jogador Matheus Índio de forma irregular diante de Ituano e Corinthians e pode ser punido

Matheus Índio, meia do Penapolense
Site oficial
Matheus Índio, meia do Penapolense

O Penapolense conseguiu eliminar o São Paulo nas quartas de final do Campeonato Paulista, mas sua presença nas fases decisivas da competição vem sendo contestada. O Linense, que terminou em terceiro lugar no grupo A, pode recorrer aos tribunais por uma suposta escalação irregular de Matheus Índio na equipe de Penápolis.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Amanhã (quinta), nós vamos tomar pé do que aconteceu realmente. Nós não queremos causar confusão no campeonato, nenhum tapetão. Mas, se o Linense tem algum direito, vamos correr atrás", afirmou o presidente do clube de Lins, José Hugo Moreira, em entrevista à rádio Estadão .

A confusão aconteceu porque Matheus Índio luta na Justiça para se desligar do Vasco, mas estaria vinculado ao clube carioca quando defendeu o Penapolense contra Ituano e Corinthians. A diretoria do time de Penápolis alega que não cometeu erro na escalação do jogador e que já está em contato com a Federação Paulista.

O caso veio à tona antes da partida no estádio do Morumbi, que terminou com triunfo do Penapolense nos pênaltis. Agora, fica a expectativa para a posição oficial da FPF, já que o caso pode ser levado para o Tribunal de Justiça Desportiva paulista. No caso de uma perda de pontos do time dirigido por Narciso, o Linense passaria a ser o segundo colocado do grupo A durante a primeira fase, ou seja, teria a vaga para a partida contra o São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.