Tamanho do texto

Borussia jogou mal e só se classificou na Liga dos Campeões porque venceu na Rússia por 4 a 2, no jogo de ida

O Zenit bem que tentou, mas não conseguiu reverter uma desvantagem de 4 a 2 após o jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões e acabou eliminado da competição. O Borussia Dortmund acabou derrotado por 2 a 1 na partida de volta, mas somou 5 a 4 no placar agregado e avançou para as quartas de final. Hulk, em golaço de fora da área, e Rondón marcaram para os russos, enquanto Kehl descontou para os alemães.

Hulk comemora o gol que abriu o placar para o Zenit
Martin Meissner/AP
Hulk comemora o gol que abriu o placar para o Zenit

Apesar de iniciar em desvantagem por conta da derrota no jogo de ida, o Zenit não tomou a iniciativa no ataque e se mostrou coletivamente lento, mostrando pouco entrosamento. Em crise, a equipe jogou sob o comando do interino Sergei Semak, que dará lugar a André Villas-Boas a partir de quinta-feira.

Para abrir o placar, o time russo precisou de uma jogada individual. Aos 15 minutos, o brasileiro Hulk limpou a marcação e soltou a bomba de muito longe, marcando um golaço. Mesmo com a vantagem, o Zenit pareceu continuar apático e ainda passou a jogar recuado em seu campo de defesa, apostando em pouco efetivos contra-ataques.

No Dortmund, o astro Robert Lewandowski atraia a atenção de vários marcadores e teve dificuldade para jogar. No entanto, sua presença ajudou no gol de empate. Aos 37 minutos, o polonês não entrou na área e viu Kehl subir praticamente sozinho para acertar um cabeceio certeiro após cruzamento de Schmelzer da linha de fundo.

Borussia Dortmund perdeu em casa, mas avançou
Getty Images
Borussia Dortmund perdeu em casa, mas avançou

Na etapa complementar, o Zenit voltou melhor e chegou a pressionar o adversário em várias oportunidades. Os russos tiveram boas chances com Hulk, de falta, e Fayzulin, arriscando de longe. O empenho deu resultado aos 27 minutos, quando Criscito acertou um belo lançamento para Rondón, que, de cabeça, colocou o time russo na frente mais uma vez.

Precisando de mais dois gols para se classificar, o Zenit chegou a pressionar nos minutos finais, com boas finalizações de Shatov, Smolnikov e Witsel, mas parou em Weidenfeller, que salvou todas as últimas chances de gol do time russo.

FICHA TÉCNICA
BORUSSIA DORTMUND-ALE 1 x 2 ZENIT-RUS

Local : Westfalenstadion, em Dortmund (Alemanha)
Data : 18 de março de 2014, quarta-feira
Horário : 16h45 (de Brasília)
Árbitro : Alberto Undiano Mallenco (ESP)
Assistentes : Raúl Cabanero Martínez (ESP) e Roberto Díaz Pérez del Palomar (ESP) Cartões amarelos : Kehl, Lewandowski e Jojic (Borussia Dortmund); Lombaerts (Zenit)

Gols :
BORUSSIA DORTMUND: Kehl, aos 37 da etapa inicial.
ZENIT: Hulk, aos 15 do primeiro tempo; Rondón, aos 27 da segunda etapa.

BORUSSIA DORTMUND : Weidenfeller; Piszczek, Sokratis, Hummels e Schmelzer (Durm); Kehl, Sahin; Grosskreutz e Mkhitaryan (Jojic); Aubameyang (Hofmann) e Lewandowski
Técnico : Jurgen Klopp

ZENIT : Lodygin; Anyukov, Hubocan, Lombaerts (Neto) e Criscito; Schatov, Fayzulin (Smolnikov), Witsel e Danny; Hulk e Kerzhakov (Rondón)
Técnico : Sergey Semak

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.