Tamanho do texto

Holandês tem atuação decisiva na vitória que faz time inglês reverter situação desfavorável e avançar na Liga dos Campeões

Van Persie comemora um de seus gols
Peter Byrne/AP
Van Persie comemora um de seus gols

Em dificuldade no Campeonato Inglês, o Manchester United pareceu estar próximo de ser eliminado da Liga dos Campeões ao sucumbir por 2 a 0 diante do Olympiacos na primeira partida das oitavas de final. Entretanto, o time conta com Robin Van Persie. Nesta quarta-feira, o centroavante holandês marcou três gols e foi decisivo no triunfo por 3 a 0 diante da equipe grega, no Old Trafford, garantindo vaga nas quartas.

Veja tabela de jogos, artilharia e notícias da Liga dos Campeões

Escalado com o experiente meio-campista Ryan Giggs, de 40 anos, entre seus titulares, a equipe britânica atuou em alta velocidade no primeiro tempo e, com gols de Robin Van Persie, aos 25 e 46 minutos, deixou o duelo empatado por 2 a 2 no placar agregado. Na etapa complementar, aos seis minutos, o holandês acertou cobrança de falta e deu números finais ao jogo.

Agora, o clube inglês aguarda sorteio para conhecer seu adversário na próxima fase. Real Madrid, Bayern de Munique, Barcelona, Atlético de Madrid, Borussia Dortmund , Paris Saint-Germain e Chelsea são os outros clubes garantidos nas quartas de final.

Holebas faz carga em Robin van Persie dentro da área. Árbitro anotou o pênalti convertido pelo holandês
Jon Super/AP
Holebas faz carga em Robin van Persie dentro da área. Árbitro anotou o pênalti convertido pelo holandês

O jogo

Em busca de reverter a desvantagem diante do Olympiacos, o treinador David Moyes ousou na escalação inicial e, de maneira surpreendente, promoveu entrada de Ryan Giggs entre os titulares. O experiente atleta não decepcionou e mostrou que o técnico escocês fez a opção correta ao escolhê-lo para começar o jogo.

Disputado em alta velocidade, o confronto no Old Trafford tinha em Giggs um de seus pontos diferenciais. O galês, atuando em função mais recuada, arriscava lançamentos longos e era responsável pelas cobranças de bola parada. Ao seu lado, Carrick era responsável por tentar dificultar a criação de jogadas do meio-campo da equipe grega.

Foi dos pés de Giggs, inclusive, que começou a primeira grande jogada do Manchester na partida. O meio-campista desceu ao ataque e cruzou para Rooney, dentro da área, subir mais alto do que os zagueiros adversários e cabecear no pé da trave do gol defendido por Roberto. Melhor em campo, o time da casa mostrava que o gol era uma questão de tempo.

A superioridade do United em campo foi convertida em vantagem no placar aos 25 minutos. Após ser derrubado por Holebas dentro da área, o centroavante Robin Van Persie começou seu show particular, arrematou cobrança de pênalti no canto direito e superou o goleiro rival, que ainda acertou o lado do chute. Foi o holandês também quem, aos 46 minutos, recebeu assistência de Rooney e, com um tapa de primeira, aumentou a vantagem do clube inglês.

Na volta dos vestiários, o Olympiacos dependia de apenas um gol para retomar vantagem no placar agregado e garantir classificação. A tarefa, no entanto, ficou mais complicada logo aos seis minutos. Welbeck fez jogada individual próximo à área e sofreu falta de Manolas. Na cobrança, Van Persie acertou chute rasteiro no canto direito de Roberto, que só olhou e não pôde evitar o gol.

Após marcar o terceiro gol e assegurar momentaneamente vaga nas quartas de final, o United se concentrou em seu campo defensivo e buscou explorar jogadas de contra-ataque. Do outro lado, o técnico Michel jogou o time para frente e colocou o atacante Haedo Valdéz no lugar de Hernán Pérez. O brasileiro Leandro Salino foi outro que deixou o gramado pela equipe grega, dando lugar ao português Paulo Machado.

Com as mudanças, o Olympiacos tomou controle da partida e se lançou ao campo de ataque. Acuado, o Manchester não conseguia organizar jogadas pelo meio-campo, que era dominado pelos visitantes. A pressão, contudo, não foi suficiente para evitar o revés e a eliminação do clube grego.

FICHA TÉCNICA:
MANCHESTER UNITED 3X0 OLYMPIACOS

Local: Estádio Old Trafford, em Manchester (Inglaterra)
Data: 19 de março de 2014, quarta-feira
Horário: 16h45 (de Brasília)
Árbitro: Björn Kuipers (Holanda)
Assistentes: Angelo Boonman (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)

Gols: Manchester United: Robin Van Persie, aos 25 e 46 minutos do primeiro tempo, e aos seis minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Carrick, Evra e Ferdinand (Manchester United); Manolas, Domínguez, Leandro Salino e Marcano (Olympiakos)

MANCHESTER UNITED: De Gea; Rafael, Phil Jones, Ferdinand e Evra; Carrick, Ryan Giggs, Valencia (Ashley Young), Welbeck (Fletcher) e Rooney; Van Persie (Fellaini)
Técnico: David Moyes

OLYMPIAKOS: Roberto; Maniatis, Holebas, Manolas e Marcano; Leandro Salino (Paulo Machado), N'Dinga, Peréz (Haedo Valdéz) e David Fuster (Vergos); Joel Campbell e Domínguez
Técnico: Míchel

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.