Tamanho do texto

Aos 29 anos, português tem 54 jogos a mais que o brasileiro, aposentado aos 34. Os dois marcaram 414 gols

Cristiano Ronaldo chegou à marca de 414 gols na carreira na última terça-feira ao marcar dois gols na vitória por 3 a 1 do Real Madrid sobre o Schalke 04 na Liga dos Campeões. O número é o mesmo que Ronaldo "Fenômeno" alcançou em toda sua carreira até a aposentadoria em fevereiro de 2011, aos 34 anos. 

Veja fotos da carreira de Cristiano Ronaldo: são 414 gols em 669 jogos oficiais

Os longos períodos em que esteve afastado por sérias lesões certamente atrapalharam o brasileiro em ter mais gols na carreira. De acordo com pesquisa do site Futdados, o português de 29 anos chegou aos 414 gols em 669 partidas oficiais, o que representa uma média de 0,62 gols por jogo. Ronaldo precisou de 54 jogos a menos, 615, para alcançar essa marca e encerrou sua trajetória no futebol com média de 0,67 gols por jogo oficial. 

Segundo o Futdados, o clube que mais sofreu com gols da dupla foi o Atlético de Madri. Foram ao todo 27 gols sofridos dos pés dos Ronaldo: 15 do "Fenômeno" e 12 de Cristiano. O Atlético foi a maior vítima do brasileiro. O português tem no Sevilla seu adversário "preferido" com 15 gols marcados. 

Ronaldo comemora gol marcado contra o Cruzeiro, o último da sua carreira, em 13/11/2010
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Ronaldo comemora gol marcado contra o Cruzeiro, o último da sua carreira, em 13/11/2010

A maioria dos gols dos dois foram marcados na Liga Espanhola. O brasileiro jogou por Barcelona e Real Madrid e marcou 117 gols no torneio. Neste ponto, Cristiano tem vantagem. No Real, o português já marcou 171 gols no Campeonato Espanhol.

Neste ano, Cristiano tem a chance de diminuir a grande diferença para o "meio xará" brasileiro em relação aos gols em Copas do Mundo. Ronaldo é o maior artilheiro de Mundiais com 15 gols em três Copas (1998, 2002 e 2006). O português tem apenas dois gols em Copas, um em 2006 (de pênalti, contra o Irã) e outro na goleada por 7 a 0 sobre a Coreia do Norte em 2010.