Tamanho do texto

Técnico Arsene Wenger tornou-se culpado no caso porque teria usado o alemão por 20 minutos quando ele já sentia dores

Ozil: principal reforço do Arsenal na temporada
Alastair Grant/AP
Ozil: principal reforço do Arsenal na temporada

Mesut Ozil não escapou do departamento médico do Arsenal . Conhecido por perder seus principais jogadores em momentos decisivos por causa de lesões, o time londrino não fugiu à regra com o meia alemão. Nesta sexta-feira, o treinador Arsene Wenger confirmou que o principal reforço da equipe para a temporada ficará parado entre três e seis semanas, por causa de um estiramento muscular na coxa sofrido contra o Bayern de Munique , na última quarta-feira, pelo jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Há dois dias, Wenger já havia demonstrado preocupação com o estado de Ozil. O francês afirmara que o meio-campista tinha um "problema que parecia muito sério" no tendão. Nesta sexta, o tempo de recuperação da lesão foi revelado. "Ozil ficará três semanas fora. Como o mínimo é três, e o máximo é seis, vamos dizer quatro", disse o comandante, durante entrevista coletiva em preparação para a partida contra o Tottenham, domingo pelo Campeonato Inglês.

Classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Inglês

Com a eliminação no mata-mata da Liga dos Campeões, o Campeonato Inglês torna-se a prioridade do Arsenal para a temporada. Apesar de estar classificado para as quartas de final da Copa da Inglaterra, o clube londrino é o terceiro colocado da principal competição nacional com 59 pontos, e está a sete do líder Chelsea, que tem um jogo a mais. Assim, são reais as chances de título no campeonato mais importante do país - algo que os Gunners não conseguem desde 2004.

Classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias da Liga dos Campeões

Porém, com a lesão de Ozil, as coisas ficarão mais difíceis. Isto porque, mesmo no melhor dos cenários - ou seja, ausentando-se por apenas três semanas -, o alemão perderá jogos-chave na briga do time londrino pela liderança do Campeonato Inglês. Neste período, o Arsenal terá confrontos diretos contra o Chelsea, no dia 22, e diante do Manchester City, dia 29. Enquanto os Blues ocupam a ponta, a equipe de Etihad Stadium está logo atrás dos comandados de Arsene Wenger na tabela de classificação, com dois pontos e duas partidas a menos.

Se o período de recuperação ultrapassar as três semanas, Ozil também deverá ficar fora da semifinal da Copa da Inglaterra, contra o Wigan, dia 12 de abril - o Arsenal não ganha um título desde maio de 2005, quando ficou com a taça desta mesma competição. Apesar da lesão ter sido algo acidental, Arsene Wenger não vem sendo poupado de críticas pelo período em que o alemão desfalcará o Arsenal. Isto porque, de acordo com informações do jornal Daily Star , o meio-campista jogou sentindo dores por mais de 20 minutos diante do Bayern - só foi substituído no intervalo, cedendo lugar ao tcheco Rosicky.

Porém, o treinador francês não tem só más notícias. Se Ozil está machucado, Kim Kallstrom se recuperou, saiu do departamento médico e está liberado para o jogo contra o Tottenham, neste domingo, às 13 horas (de Brasília). O meia sueco de 31 anos chegou do Spartak Moscou, da Rússia, e logo em seu primeiro treino no Arsenal, em 1º de fevereiro, sentiu um estiramento muscular nas costas, o que havia o impedido de estrear até agora.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.