Tamanho do texto

Vinícius Eutrópio aprovou o empate em 1 a 1 diante da dificuldade em atuar no Estádio do Sesi

No último domingo, o Figueirense empatou em 1 a 1 com o Metropolitano , em partida válida pelo Quadrangular Final do Campeonato Catarinense, que teve sua segunda rodada completa. A igualdade em Blumenau foi exaltada pelo técnico Vinícius Eutrópio, que expôs a dificuldade de atuar no Estádio do Sesi.

Vinicius Eutrópio, técnico do Figueirense, destaca o time
Divulgação
Vinicius Eutrópio, técnico do Figueirense, destaca o time

"O empate foi importante para nós. Não é fácil jogar aqui. Tivemos um primeiro tempo equilibrado, mas soubemos acelerar a posse e criar situações de gol. Mesmo assim, fomos punidos no final do primeiro tempo, com um gol aos 43 minutos. Isso tinha tudo para ser uma ducha de água fria, mas, no vestiário, não deixamos o astral cair", ressaltou o comandante.

Adiante, Eutrópio exemplificou as alterações que promoveu no time, determinantes para a conquista do empate: "Foi uma mudança de posicionamento. Deixei os laterais atacarem ao mesmo tempo. Assim, viramos boas bolas e nos destacamos. Defensivamente, tivemos problemas de marcação, porém, conseguimos corrigir. Com a posse de bola, conseguimos o gol. Após o empate, o Metropolitano alçou muitas bolas na área, mas conseguimos conter. O time se portou bem", resumiu.

O resultado deixou o Figueirense na liderança do Quadrangular Final, com quatro pontos, já que triunfou sobre o Criciúma, na estreia, pelo placar de 2 a 0. Seu próximo compromisso será nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), diante do Joinville, na Arena JEC.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.