Tamanho do texto

Luiz Flávio de Oliveira escreveu na súmula do jogo que o técnico do Corinthians questionou o tiro de meta marcado contra a sua equipe

Mano Menezes deixa o campo após ser expulso pela arbitragem no final do primeiro tempo
Marcos Bezerra/Futura Press
Mano Menezes deixa o campo após ser expulso pela arbitragem no final do primeiro tempo

O árbitro Luiz Flávio de Oliveira relatou na súmula os motivos que o levaram a expulsar Mano Menezes, aos 44 minutos do segundo tempo, do clássico entre Corinthians e São Paulo, no domingo. O técnico foi mandado para fora do jogo por conta da reclamação em um tiro de meta.

Luiz Flávio de Oliveira escreveu que expulsou o comandante "por reclamar acintosamente com gestos de uma marcação de um tiro de meta contra sua equipe e com as seguintes palavras: ‘Ele está de sacanagem, não marca uma pra nós’".

No lance em questão, Mano queria que fosse marcado escanteio para o Corinthians, mas o árbitro não concordou. Além disso, Luiz Flávio ainda relatou que já havia advertido o treinador corintiano de forma verbal na partida, antes da expulsão.

Em função da exclusão, o Corinthians permaneceu durante todo o segundo tempo com o auxiliar Sidnei Lobo no comando. O clássico terminou com a vitória por 3 a 2 do São Paulo, mantendo o time fora da zona de classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.