Tamanho do texto

Com a cabeça mais fria, o técnico do time inglês chegou a pedir desculpas posteriormente, mas mesmo assim foi punido

Manuel Pellegrini, técnico do City
Getty Images/Denis Doyle
Manuel Pellegrini, técnico do City

O técnico Manuel Pellegrini foi suspenso por dois jogos pela UEFA por ter criticado a atuação do árbitro Jonas Eriksson na derrota do City para o Barcelona, no último dia 18. Logo após o duelo válido pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, o técnico Citizendeixou subentendido que a arbitragem teria conscientemente favorecido o time catalão.

"Desde o começo senti que o árbitro não era imparcial com os dois times", criticou na ocasião. "Ele decidiu a partida quando não deu uma falta para nós (em Jesús Navas) e no pênalti cometido por Demichelis que não foi pênalti, foi fora da área", analisou Pellegrini, lembrando os lances que geraram os dois gols do Barça no jogo.

Com a cabeça mais fria, o técnico do City chegou a pedir desculpas posteriormente, dizendo que "quando se perde um jogo daquele modo, você fica nervoso e frustrado". O perdão, porém, não foi suficiente para convencer a UEFA e o treinador não poderá comandar o time de Manchester nas próximas duas partidas válidas por competições com a chancela da entidade. Além disso, o Pellegrini foi notificado que será suspenso por dois anos caso volte a ser expulso.

Na partida de volta pelas oitavas, além de visitar o Barcelona no Camp Nou sem seu técnico no banco de reservas, os Citizens precisam reverter vantagem de dois gols para avançar na Liga dos Campeões, já que foram derrotados em casa por 2 a 0.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.