Tamanho do texto

Atual campeão continental saiu atrás, mas buscou a virada para conquistar segunda vitória na edição deste ano da competição

A atuação não foi brilhante, mas o Atlético-MG saiu do Independência com os três pontos contra os colombianos do Santa Fé. Para o goleiro Victor, incorporar o espírito da Libertadores contra um adversário considerado complicado foi fundamental para vencer por 2 a 1 nesta quarta-feira.

"Mostramos o espírito que fez o Atlético-MG campeão da Libertadores em 2013. Espero que continuemos assim, sabendo que é uma competição difícil, mas que os jogos em casa são fundamentais para futuras aspirações de título. A gente não esperava facilidade até porque o Santa Fé foi semifinalista de Libertadores, e é praticamente o mesmo time do ano passado", declarou.

Herói da vitória desta quarta-feira, o atacante Neto Berola provou que é bom de acrobacias, ao mostrar uma espécie de meia bicicleta associada com voleio para marcar o gol da vitória já finalzinho da partida. O atleta não escondeu a alegria por ter marcado, e afirmou que treina a jogada que originou o gol.

"Graças a Deus fui feliz em finalizar e fazer o gol, mas o importante foi a vitória da equipe. A equipe está de parabéns, porque Libertadores é raça, vontade, e isso não faltou no Atlético-MG. Eu sempre treino finalização de bicicleta, voleio, e sobrou ali e eu fiz. Graças a Deus deu tudo certo", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.