Tamanho do texto

Vascaínos tiveram gol de Douglas ignorado pela arbitragem, e flamenguistas conseguiram virar o placar

O Flamengo derrotou o Vasco  de virada por 2 a 1, em clássico disputado na tarde deste domingo, no Maracanã. A partida foi marcada por um erro grosseiro de arbitragem. No primeiro tempo, o meia Douglas cobrou falta por cobertura, a bola ultrapassou a linha de gol e foi agarrada por Felipe, mas o árbitro mandou o jogo seguir normalmente sem dar o gol, prejudicando a equipe de São Januário. Os gols do clássico foram marcados por Elano e Gabriel para o Flamengo, enquanto Felipe Bastos anotou para o Vasco.

O resultado fez a equipe rubro-negra chegar aos 19 pontos ganhos e se igualar ao Fluminense na tabela de classificação do Campeonato Carioca, mas ficar na segunda posição por critérios técnicos. O Vasco segue com 15 pontos, em quarto lugar.

Antes da partida, o tenista espanhol Rafael Nadal deu o pontapé inicial. Desde 1º de agosto de 2010, que Flamengo e Vasco não se enfrentavam no Maracanã.

Na próxima rodada, o Vasco vai enfrentar o Bangu, em Moça Bonita. O Flamengo receberá o Madureira, no Maracanã.

Gabriel comemora gol da vitória do Flamengo sobre o Vasco no Maracanã
Alexandre Loureiro/Inovafoto/Gazeta Press
Gabriel comemora gol da vitória do Flamengo sobre o Vasco no Maracanã

O jogo

O Vasco partiu para o ataque e antes de completar 30 segundos de jogo, o lateral-esquerdo Diego Renan arrancou pela esquerda e cruzou rasteiro. O zagueiro Samir falhou, mas nenhum atacante vascaíno apareceu para a conclusão.

O time de São Januário se mostrava mais agressivo. Aos três minutos, André Santos derrubou André Rocha na lateral da área. Douglas tentou surpreender o goleiro Felipe, na cobrança, mas a bola encobriu o travessão.

O Flamengo encontrava alguma dificuldade para se armar no meio-campo por causa da boa marcação da equipe de São Januário. Aos sete minutos. Diego Renan se livrou com facilidade de Léo Moura, mas seu cruzamento foi abafado pelo goleiro Felipe.

O time dirigido por Adilson Batista continuava melhor em campo e aos 11 minutos, Wallace derrubou Edmilson na entrada da área. Douglas fez a cobrança e a bola bateu dentro do gol, mas a arbitragem não percebeu e mandou o jogo prosseguir, prejudicando o Vasco.

Aos 13 minutos, o Flamengo criou sua primeira chance quando Cáceres observou a penetração de Léo Moura e fez o lançamento, mas o goleiro Martín Silva saiu com precisão e tirou a bola do jogador rubro-negro.

Nadal cumprimenta Elano antes de Vasco x Fla: tenistas deu pontapé inicial para o jogo
WAGNER MEIER/ Agif/Gazeta Press
Nadal cumprimenta Elano antes de Vasco x Fla: tenistas deu pontapé inicial para o jogo

O time rubro-negro melhorou de produção e, aos 20 minutos, Elano bateu falta, na entrada da área, mas a bola subiu demais. O Vasco continuava melhor em campo e, aos 22 minutos, em outro lance de bola parada,Felipe Bastos mandou a bomba e Felipe fez grande defesa. Aos 26, após cruzamento de André Rocha rebatido de forma defeituosa por Samir, Edmílson bateu,de primeira, e mandou para fora. Dois minutos depois, Edmílson voltou a concluir, após lançamento de Aranda, mas a bola saiu.

O Flamengo continuava errando muitos passes e não conseguia dar profundidade ao seu jogo. Isolado no ataque, Hernane era obrigado a recuar e quase não participava do jogo, enquando Everton e Lucas Mugni não conseguiam achar uma boa posição dentro de campo.

Aos 36 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Douglas fez ótima jogada pela esquerda, tabelou com Everton Costa e rolou para Felipe Bastos bater, de primeira, e colocar a bola nas redes.

A resposta do Flamengo não demorou. Aos 39 minutos, em cobrança de falta na entrada da área, Elano bateu e Martín Silva tocou na bola depois que ela ultrapassou a linha, mas a arbitragem confirmou o gol do Flamengo.

A partida ficou mais tensa, com jogadores do Vasco mostrando muito nervosismo. Quando o primeiro tempo foi encerrado, os jogadores cruz-maltinos partiram para reclamar da arbitragem e o volante Guiñazu acabou advertido com o cartão amarelo.

Douglas, do Vasco, encara a marcação do flamenguista Cáceres no clássico do Maracanã
Alexandre Loureiro/Inovafoto/Gazeta Press
Douglas, do Vasco, encara a marcação do flamenguista Cáceres no clássico do Maracanã

Os dois times voltaram sem alterações para o segundo tempo. Aos três minutos, Everton escapou pela esquerda, se chocou com Rodrigo e caiu na área, mas o árbitro nada viu de irregularidade no lance.

Aos cinco minutos, o time de São Januário chegou, com perigo, pela primeira vez. Douglas recebeu lançamento pelo alto e recuou para Felipe Bastos, mas o chute do volante não levou perigo.

Aos oito minutos, depois de jogada confusa na área rubro-negra, Diego Renan bateu forte e Felipe espalmou para a frente, mas a zaga aliviou.

O Vasco voltou a pressionar e, aos dez minutos, Felipe Bastos foi derrubado por Lucas Mugni, na entrada da área, mas a cobrança de Felipe Bastos explodiu na barreira. No lance seguinte foi a vez de Mugni ser derrubado perto da área.

O técnico Jayme de Almeida trocou o volante Amaral e o meia Lucas Mugni por Muralha e Gabriel, enquanto Adilson Batista colocou William Barbio no lugar de Everton Costa. O Flamengo estava bem melhor no segundo tempo e quase desempatou aos 20 minutos em chute de Elano que bateu na rede, pelo lado de fora. O meia Douglas, um dos destaques do primeiro tempo, parecia estar sentindo o desgaste físico e caiu de produção. Aos 23 minutos, depois de boa arrancada de William Barbio, a bola sobrou para o ex-jogador do Corinthians que tentou encobrir Felipe, mas a bola saiu.

Aos 26 minutos, Gabriel partiu para a jogada individual se livrou da marcação, mas Diego Renan desviou para escanteio na hora em que se preparava para concluir.

Depois dos 30 minutos, os dois times reduziram o ritmo e passaram a errar muitos passes, embora continuassem buscando o gol. Jayme de Almeida tentou tornar o time mais ofensivo e colocou o atacante Alecsandro no lugar do meia Elano, enquanto Bernardo entrou no lugar do estreante Douglas que saiu muito aplaudido. Aos 37 minutos, o goleiro Martín Silva saiu com precisão para evitar a conclusão de Hernane que penetrava pelo meio. No minuto seguinte foi a vez de Felipe defender um chute fraco de Bernardo.

Aos 40 minutos, o Flamengo quase desempatou. Alecsandro fez passe perfeito para Everton, o goleiro Martín Silva saiu e, na dividida, a bola passou perto da trave esquerda.

O Flamengo acabou conquistando o gol da vitória, aos 44 minutos. Gabriel chutou, a bola desviou em Guiñazu, tocou na trave e entrou mansamente nas redes para delírio da torcida rubro-negra.

FICHA TÉCNICA - VASCO 1 X 2 FLAMENGO
Local:
Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 16 de fevereiro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)
Assistentes: Wagner Santos (RJ) e Luiz Antônio de Oliveira (RJ)
Cartão Amarelo: Felipe Bastos, Diego Renan, Guiñazu, Aranda (Vasco); Wallace, Felipe, André Santos (Flamengo)

GOLS
VASCO:
Fellipe Bastos, aos 36 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Elano, aos 39 minutos do primeiro tempo, e Gabriel, aos 44 minutos do segundo tempo

VASCO: Martín Silva, André Rocha, Luan, Rodrigo e Diego Renan; Guiñazu, Aranda (Pedro Ken), Fellipe Bastos e Douglas (Bernardo); Everton Costa (William Barbio) e Edmílson
Técnico: Adilson Batista

FLAMENGO: Felipe; Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Victor Cáceres, Amaral (Muralha), Elano (Alecsandro), Lucas Mugni (Gabriel) e Éverton; Hernane
Técnico: Jayme de Almeida

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.