Tamanho do texto

Apesar da vitória na estreia da Libertadores, time mineiro ainda não convenceu a sua torcida no início de temporada

Dátolo, jogador do Atlético-MG
Bruno Cantini/Flickr Clube Atlético Mineiro
Dátolo, jogador do Atlético-MG

O Atlético-MG estreou com o pé direito na Libertadores, mas a vitória diante dos venezuelanos do Zamora ainda não convenceu a torcida, que quer ver o time atuando bem no domingo contra o Cruzeiro. Acostumado com grandes clássicos, o argentino Dátolo prevê uma partida disputada, na qual atributos como garra e inteligência farão a diferença.

"Não existe uma métrica exata ou uma fórmula perfeita para disputar e vencer um clássico. Em uma partida como essa, precisamos jogar com o coração, mas sem esquecer, em nenhum momento, da questão tática, que é tão importante. O nosso grupo está muito focado, muito determinado para o jogo contra o Cruzeiro", declarou.

Dátolo acredita que partida após partida, o Atlético-MG vai readquirindo a melhor condição física e técnica, e aos poucos, começa a assimilar aquilo que o técnico Paulo Autuori quer para o time. Para o argentino, que está com uma função diferenciada dentro de campo, atuando pela lateral esquerda desde a chegada do novo comandante, agora é a hora dar o algo mais para que o time possa evoluir e crescer o mais rápido para ir em busca, novamente, de grandes conquistas.

"Começamos a temporada mais tarde que todos os outros times do país, pois, com a ida ao Mundial de Clubes, nosso ano de 2013 foi até meados de dezembro. Isso é relevante para um início de temporada. Mas tenho certeza de que, a cada partida, vamos melhorar e criar o entrosamento necessário para lutar por títulos. Nosso grupo tem qualidade e isso está provado. Sobre mudar de posição, não tenho problema algum", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.