Tamanho do texto

Clube optou por fechar com o atacante no mesmo dia em que divulgará a lista de inscritos para a competição

Adriano veste a camisa do Atlético-PR
Divulgação
Adriano veste a camisa do Atlético-PR

O mistério terminou. Adriano enfim é jogador do Atlético-PR. Na manhã desta terça-feira, o clube paranaense anunciou a contratação do atacante para o restante desta temporada. O acordo foi estabelecido a poucas horas de ser definida a lista dos 30 inscritos para a Copa Libertadores, que também será divulgada nesta terça pela comissão técnica do Atlético.

Adriano assinou por um ano com o time de Curitiba, cujo contrato é repleto de cláusulas para evitar os problemas extracampo acontecidos nos últimos anos. O clube não revela os valores, mas especula-se que o salário do atacante é de cerca de R$ 100 mil, e o restante do pagamento seria ligado a bônus por número de gols marcados, jogos realizados, camisas vendidas e patrocínios pessoais

Na última semana, quando o time garantiu vaga durante a vitória heroica contra o Sporting Cristal nos pênaltis, ele acompanhou a classificação dos camarotes da Vila Capanema ao lado do presidente Mário Celso Petraglia.

"Estou muito feliz de assinar o contrato com o Atlético-PR. É muito gratificante, depois de tanto trabalho e dedicação durante os treinos. Hoje eu tenho a oportunidade de voltar ao futebol", afirmou Adriano .

O jogador, inclusive, já fala em levantar a taça da Libertadores. "É o único título que não tenho e quero ajudar o Atlético a conquistar. Agora quero pegar ritmo de jogo e esperar a oportunidade de entrar no segundo tempo das partidas para depois competir com os jogadores pela titularidade", completou. 

Em janeiro, o atacante faltou duas vezes durante o seu período de recuperação no Atlético-PR. A primeira ausência aconteceu no dia 23 quando o jogador ganhou folga, assim como o restante do elenco, e viajou para o Rio de Janeiro. Ele não se reapresentou e disse que faltou porque precisava registrar a filha recém-nascida Lara. A atitude irritou a diretoria do Atlético.

A segunda “pisada de bola” do Adriano aconteceu no dia 28, quando também não se reapresentou no CT do Caju na data prevista. Durante o período, imagens do atacante em festas com os amigos circularam na internet. Petraglia, por sua vez, minimizou o caso e disse que o atleta “teve uma recaída”.

O Imperador, no entanto, promete trabalho aos torcedores do novo time. "Vou continuar trabalhando forte para chegar nos jogos e fazer o que sei de melhor que é marcar gols. Quero ajudar o Atlético com títulos e dar alegria aos torcedores", encerrou.

Adriano recupera a forma física desde o fim do ano passado. Ele não entra em campo para disputar uma partida oficial desde o dia 4 de março de 2012, há quase um ano. Depois de ter deixado o Corinthians, o atacante chegou a assinar um contrato de produtividade com o Flamengo, mas, por causa da indisciplina, sequer jogou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.