Tamanho do texto

Com segurança reforçada e uma semana após invasão, atletas treinaram normalmente

Paolo Guerreiro durante o treino deste sábado do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Paolo Guerreiro durante o treino deste sábado do Corinthians

Uma semana depois de ter o centro de treinamento invadido por mais de cem torcedores - que, segundo funcionários, praticaram furtos, roubos e agressões -, o Corinthians viveu um sábado mais tranquilo no Parque Ecológico. A preparação para a partida de domingo, contra o Mogi Mirim, no interior, não teve maiores sustos.

Com a segurança reforçada no local, algo observado desde o início da semana, os atletas treinaram finalizações. Na sequência, um rachão encerrou a última atividade antes do jogo no qual o time alvinegro tentará encerrar uma série de quatro derrotas no Campeonato Paulista.

LEIA MAIS: Clubes brasileiros dão chances para medalhões em crise

No Romildão, a equipe deverá ter três novidades em relação à escalada na última quarta-feira, na derrota por 2 a 0 para o Bragantino no Pacaembu. Estão de volta os zagueiros Gil e Paulo André, que cumpriram suspensão. No ataque, a julgar pelo treino de sexta, Emerson ganhou a vaga de Guerrero.

Assim, não havendo surpresas de última hora, o Corinthians vai medir forças com o Mogi Mirim assim: Walter; Fagner, Gil, Paulo André e Uendel; Ralf, Guilherme, Zé Paulo e Cachito Ramírez; Romarinho e Emerson. Danilo Fernandes, Diego Macedo, Cleber, Felipe, Jocinei, Danilo, Rodriguinho e Guerrero ficarão no banco.

Uendel mostra habilidade no treino. Veja o vídeo:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.