Tamanho do texto

Atacante argumenta que time levou gols de bola parada na derrota diante do Palmeiras no clássico do Pacaembu

Luis Fabiano disputa lance com Lúcio no clássico contra o Palmeiras
WAGNER CARMO/Gazeta Press
Luis Fabiano disputa lance com Lúcio no clássico contra o Palmeiras

O atacante Luis Fabiano deixou o gramado do Pacaembu ciente de que o São Paulo precisa melhorar para a sequência do Campeonato Paulista. No entanto, ao contrário do técnico Muricy Ramalho, não considerou o Palmeiras tão superior no triunfo por 2 a 0.

"Pecamos em alguns detalhes e isso mostra que temos de melhorar em certos pontos, porque sabemos que na segunda fase só vamos encontrar jogos deste tipo. Não acho que o Palmeiras teve o domínio do jogo. Não foi tudo ruim, sofremos gols de bola parada, mas também não está bom. Temos de evoluir", afirmou.

O centroavante participou da única jogada de mais emoção do São Paulo no primeiro tempo, quando recebeu passe de Ganso na esquerda e finalizou rasteiro, vendo a bola desviar na defesa e acertar a rede pelo lado de fora.

Assim como Luis Fabiano, o lateral direito Luis Ricardo também advertiu que o rival só conseguiu superar Rogério Ceni em falta e pênalti. "Eles aproveitaram chances da bola parada e abriram o placar. No segundo tempo, nós nos expusemos um pouco mais e fizemos pênalti. Parabéns ao Palmeiras, que fez boa partida também".

O time de Gilson Kleina inaugurou o placar quando Valdivia aproveitou cobrança de falta de Mazinho e mandou de cabeça para as redes, ainda no primeiro tempo. Já na etapa final, Alan Kardec sofreu pênalti de Rodrigo Caio e fez a cobrança para marcar o segundo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.