Tamanho do texto

Atacante fez três gols na última vitória, mas precisa da ajudar dos colegas para continuar decidindo os jogos

Luis Fabiano marcou três na goleada do São Paulo por 6 a 3 contra o Rio Claro
Marcos Bezerra/Futura Press
Luis Fabiano marcou três na goleada do São Paulo por 6 a 3 contra o Rio Claro

O desempenho do atacante Luis Fabiano no São Paulo em 2014 vem deixando o técnico Muricy Ramalho satisfeito. Prestes a colocar o camisa 9 no quinto jogo consecutivo na temporada, o treinador percebeu a necessidade de sempre escalar alguém para ajudar o centroavante e vê seu titular mais consciente nos treinamentos desde o início do ano.

"Nossa recuperação é muito boa no São Paulo, mas não adianta ter boa estrutura e bons profissionais se o jogador não aproveitar. Se não colocar na cabeça que precisa fazer boa musculação, não consegue jogar. Tem de saber até onde o corpo pode, e é fundamental descansar, ter boa alimentação, bom sono, hidratação... O Luis está aceitando isso", afirmou o treinador.

Muricy gostou do que viu de Luis Fabiano na partida contra o Rio Claro, quando o atacante marcou três gols e também ajudou no combate ao adversário. O treinador entende que o esforço na ajuda à defesa só foi possível graças aos trabalhos realizados desde a reapresentação.

"A pré-temporada foi dura e, para um cara que está há muitos anos nisso, é chato fazer. Mas ele treinou todos os períodos, sem pedir para ficar fora e sem reclamar. Ele sabe que estamos aqui para prepará-lo. Este jogo foi o melhor dele na parte física, até roubou bola, que tinha parado. Está se sentindo bem", comentou.

Apesar de elogiar a disposição do atleta, Muricy entende que não pode deixar o camisa 9 isolado na frente, já que, aos 33 anos, o atacante não teria mais como brigar sozinho com zagueiros adversários.

"Treinador não tem que se meter muito quando o time está bem. No momento em que está da carreira, o Luis precisa de companhia, ele não joga sozinho, não é aquele que briga com todo mundo. Ontem (quinta), vi o jogo do XV, que tem um atacante que é brincadeira... Ele infernizou a defesa da Ponte, é rápido... Já o Luis precisa de companhia, mas faz gol quando está na área, o gol não fica pequeno para ele. Ele só precisa de gente que divida as atenções", completou.

Os jogadores escolhidos por Muricy Ramalho para fazerem companhia a Luis Fabiano são Ademilson e Osvaldo. Como o trio funcionou, o técnico confirmou todos no time para o clássico diante do Palmeiras, neste domingo, no Pacaembu.