Tamanho do texto

Treinador diz que meio-campo é o maior problema do time e pede paz para que Pato possa "falar com os pés"

Dois tópicos têm dominado as entrevistas de jogadores, dirigentes e do treinador do Corinthians , Mano Menezes: o mau futebol do time e, mais especificamente, as atuações ruins do atacante Alexandre Pato. Na visão do comandante, é uma questão de tempo até que os dois problemas sejam solucionados.

A solução para o caso de Pato, segundo Mano, é simples. "Está na hora de parar de falar e deixar o Pato falar com os pés, que é como o jogador fala melhor". disse Mano. "Só falamos porque vocês perguntam. Por educação, nós respondemos. Mas penso que já falamos muito", disse o treinador. 

A solução para o mau futebol do time, embora mais complicada, está próxima, na visão do treinador. "Ainda estamos com dificuldade de encaixar o meio-campo, que penso ser a parte mais difícil de encaixar. Quando conseguirmos, e acredito que vamos conseguir logo, a equipe vai ter sustentação", afirmou.

Leia mais:  Mano imita treino de Tite, saca Rodriguinho e mexe no Corinthians

Mano admite que o time ainda está um pouco preso às características de seu antecessor, Tite. Mas nada que o atrapalhe na hora de impor suas próprias ideias. "Os jogadores estão muito abertos às pequenas alterações que temos que fazer. Naturalmente, cada jogador tem uma característica marcante. Em cima disso, foi proposta uma maneira de jogar".

Quando fala em "pequenas alterações", Mano tem suas razões. Com problemas de caixa, o Corinthians não teve condições de se reforçar como gostaria, e o elenco hoje é quase o mesmo do fim da era Tite. "É bem provável que eu esteja aqui porque sabiam que seria difícil o momento de transição. Precisavam de alguém com experiência aqui. Preciso aproveitar essa experiência e encontrar soluções rápidas".

*com Gazeta Press

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.