Tamanho do texto

Clube alegou que comandante sofreu por não ter peças no elenco. Técnico deve se pronunciar ainda nesta sexta-feira

Sidney Moraes deixou a Ponte Preta
Divulgação
Sidney Moraes deixou a Ponte Preta

Sidney Moraes não é mais técnico da Ponte Preta. O anúncio do clube de Campinas ocorreu na manhã desta sexta-feira. A equipe não está bem no Campeonato Paulista e, na noite da última quinta, foi goleada pelo XV de Piracicaba, por 4 a 1, no Barão de Serra Negra. Foram três jogos sob o comando de Sidney: duas derrotas e um empate.

"Infelizmente não deu certo", disse o treinandor, que pretende se pronunciar ainda nesta tarde.

Marcus Vinicius, gerente de futebol da equipe campineira, comentou a situação. "Ele é uma ótima pessoa e sabemos que enfrentou problemas, como a ausência de peças no elenco. A culpa não é dele, mas sim da complicação do mercado, ainda mais com a nova situação financeira que nos encontramos", disse.

Sidney Moraes estava no Icasa em 2013 e levou o time à quinta colocação no Campeonato Brasileiro. Antes disso, encerrou a carreira de meio-campista no Boa Esporte e comandou a equipe mineira por um ano, em 2012.

"Futebol é resultado e chegamos a um ponto em que esta mudança foi necessária", encerrou Marcus.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.