Tamanho do texto

Segundo Ney Franco, time fez primeiro tempo ruim diante do Sergipe e só venceu após ser modificado

Nesta quarta-feira, em Pituaçu, o Vitória goleou o Sergipe por 5 a 1 , pela quarta rodada da Copa do Nordeste. Porém, o expressivo placar contrasta com a atuação apresentada pelo Vitória no primeiro tempo. Após o triunfo, o técnico Ney Franco apontou as deficiências de seus comandados nos primeiros 45 minutos, que terminou com o placar de 1 a 1.

"No primeiro tempo, todos os setores não foram bem. A equipe ficou com muito buraco no meio e deixou os zagueiros expostos. No intervalo nós fizemos os ajustes, todos jogaram próximo e a equipe melhorou o passe. Foi mais um teste de saber o momento certo de mexer com a equipe, além de cobrar dos jogadores o posicionamento. No segundo tempo fomos merecedores do resultado", disse o treinador.

Adiante, Ney Franco comentou a alteração de Lucas Zen pelo jovem Mauri, responsável por reeditar o rumo do embate: "Ele entrou muito bem na partida. Deu consistência ao meio de campo. Assim, tivemos um novo posicionamento. Ganhamos força ofensiva e conseguimos bater com três atacantes, marcando o adversário no campo dele. Desta forma, matamos as jogadas deles logo na nascente. A nossa equipe cresceu no jogo. Quando saiu o segundo gol, ficamos mais tranquilos. Os passes começaram a entrar e conseguimos os outros gols", expressou.

Por fim, o treinador expôs o seu comportamento no vestiário, onde tratou de conversar calmamente com os atletas e priorizar o posicionamento de cada setor do Leão da Barra: "Não adianta chegar no vestiário e gritar com o jogador. Fiz meu papel de técnico, que é ajustar o time taticamente. A gente definiu outra forma de jogar, estudando o adversário. Tínhamos que anular o camisa 11 e subir o lateral. Assim, colocamos o Cáceres para marcá-lo. Também adiantamos o Juan para bater com o lateral. Assim, tivemos mais qualidade no passe", exprimiu.

O próximo desafio do Vitória na Copa do Nordeste será neste sábado, às 16 horas (de Brasília), diante do Confiança-SE, no estádio de Pituaçu, em Salvador-BA. O Leão da Barra, com sete pontos, é o vice-líder do Grupo A, atrás apenas do América-RN.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.