Tamanho do texto

Nasser Al-Khelaifi desconversa sobre a ofensiva para contratar o argentino e ironiza os valores astronômicos

Messi é especulado como reforço do PSG
Sergio Perez/Reuters
Messi é especulado como reforço do PSG

Em entrevista publicada nesta quarta-feira no jornal francês Le Parisien, o dono e presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al-Khelaifi, negou estar negociando com o Barcelona para contratar Lionel Messi, pois considera a transferência impossível.

"Nunca houve contato com Messi. Não falei com o Barcelona. Nunca", afirmou o mandatário catariano. A especulação foi iniciada por outro jornal francês, o L’Équipe , que noticiou os valores de uma proposta feita pelo PSG para tirar o astro argentino do time catalão.

De acordo com o diário, as cifras girariam em torno dos 250 milhões de euros (cerca de R$ 800 milhões), valor que superaria em muito a maior transferência da história do futebol, que atualmente é a de Gareth Bale, que foi para o Real Madrid por 100 milhões de euros (cerca de R$ 320 milhões), segundo a imprensa europeia.

Al-Khelaifi desconversa sobre a ofensiva para contratar Messi e ironiza os valores astronômicos. "Não, nunca. Se vocês têm dinheiro para fazer com que ele venha, façam ele assinar e tragam ele para Paris", declara ao L’Équipe .

Cabaye deve assinar
Se Messi é impossível de contratar, não se pode dizer o mesmo de Yohan Cabaye, que atualmente pertence ao Newcastle. Apesar de negar o acerto com o time inglês, o presidente do PSG deixou escapar um dos motivos do interesse no jogador.

"É francês e é muito importante para nós contratar jogadores franceses, para que voltem ao Campeonato Francês", afirma o dirigente nascido no Catar. Enquanto isso, Cabaye já está em Paris para realizar exames e ainda nesta quarta-feira deve ser anunciado como novo reforço parisiense.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.