Tamanho do texto

Sem Henrique - negociado com o Napoli -, Gilson Kleina escalou Wellington entre os titulares ao lado de Lúcio

Na tarde desta quarta-feira, o Palmeiras realizou seu último treinamento antes de enfrentar o Penapolense, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Paulista. A atividade consistiu em duas partes: a primeira, um coletivo, e a segunda, uma movimentação tática de posicionamento, sem adversários. A novidade ficou a cargo do zagueiro Wellington, que figurou entre os titulares de Gílson Kleina, bem como o meia Valdívia.

Assim, é esperado que o Verdão enfrente a Pantera da Noroeste com a seguinte formação: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley, Valdívia e Mazinho; Leandro e Alan Kardec.

Peça nova entre os onze iniciais, o zagueiro Wellington, de 22 anos, é cria da base palestrina, e volta a defender o clube paulistano após ser rebaixado com o ASA-AL para o Campeonato Brasileiro da Série C. A chance para o defensor é reflexo da falta de opções para o setor. Na equipe reserva, Kleina formou a dupla de zaga improvisando o volante França (ex-Wolfsburg-ALE) e o lateral-esquerdo William Mateus, recém chegado do Vasco.

A configuração suplente do Palmeiras ainda contou com duas improvisações: o meia-atacante Patrick Vieira atuou na lateral, ao passo que o defensor Vítor Luís, que atua pelo lado esquerdo, fez as vezes de volante.

Opções de ofício para a zaga palestrina, Victorino e Tiago Alves estão fora do confronto contra o clube interiorano. O uruguaio está sem condições físicas e sequer esteve presente nos treinamentos. Por sua vez, o segundo se restringiu a atividades na academia, já que vem de uma luxação no ombro direito.

O embate entre Palmeiras e Penapolense será nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio do Pacaembu. Adversário do Verdão, a Pantera ocupa a terceira colocação do Grupo A, com três pontos somados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.