Tamanho do texto

Duelo contra os equatorianos vale uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores

Desde a classificação para a Libertadores no ano passado, o Botafogo espera pela volta à competição sul-americana. Nesta quarta-feira, vai buscar uma vaga na fase de grupos contra o Deportivo Quito-EQU, na altitude de Quito, em partida de ida. Os cariocas vão enfrentar um adversário reformulado e que vai fazer sua segunda partida na temporada, a primeira com os titulares.

Recém-contratado, Jorge Wagner é uma das armas do Botafogo na Libertadores
Vitor Silva/SSPress
Recém-contratado, Jorge Wagner é uma das armas do Botafogo na Libertadores

Desde a reapresentação do elenco, no início do ano, o foco do Botafogo era esta partida. A preparação foi realizada visando o melhor rendimento dos jogadores contra os equatorianos. Para isso, vai chegar somente no dia da partida em Quito. A delegação ficará em Guayaquil, no nível do mar, até a viagem para a altitude.

O volante Marcelo Mattos destacou que a ansiedade de todos é normal, principalmente porque o Botafogo não participava da Libertadores desde 1996. No entanto, o jogador destaca o foco da equipe para este confronto.

Falta de tradição gringa fortalece times do Brasil na Libertadores

"A ansiedade é normal neste momento. O Botafogo não disputa a Libertadores há muito tempo e o elenco está focado em levar o time para a fase de grupos. Temos certeza que iremos fazer uma boa partida e buscaremos o melhor resultado em Quito", disse.

O técnico Eduardo Húngaro destacou a preparação feita desde o início da temporada. O comandante ressaltou que a confiança dos botafoguenses está alta para o duelo contra os equatorianos. "O trabalho foi muito bem executado desde o primeiro dia da pré-tempoarada. Tudo que a gente imagina como necessário de preparação para a disputa de quarta, a gente conseguiu executar. A expectativa é a melhor possível", declarou.

Sobre o Deportivo Quito, o elenco sofreu uma reformulação para esta temporada. Ao todo, 18 jogadores foram contratados. Os equatorianos iniciaram o campeonato local no fim de semana, com time misto, e foram derrotados fora de casa. O técnico Juan Carlos Garay fechou o último treino e preferiu não confirmar a escalação, pois ainda tem algumas dúvidas.

Para conseguir construir um bom resultado e levar uma vantagem para o Rio de Janeiro, o Deportivo Quito espera que a altitude atrapalhe o Botafogo, assim como faz com muitas equipes que atuam lá.

FICHA TÉCNICA
DEPORTIVO QUITO-EQU X BOTAFOGO

Local: Estádio Olímpico Atahualpa, em Quito (EQU)
Data: 29 de janeiro de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)

DEPORTIVO QUITO: Ramírez, Chinga, González, Luís Romero e Fuentes; Omar Andrade (Morales), Vega, Bevacqua (Bravoe Lara; Estupinán e De Jesus
Técnico: Juan Carlos Garay

BOTAFOGO: Jefferson, Edílson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Rodrigo Souto, Jorge Wagner e Lodeiro; Ferreyra
Técnico: Eduardo Húngaro