Tamanho do texto

Equipe alemã mudou pouco o carro que será guiado por Lewis Hamilton e Nico Rosberg

A Mercedes apresentou, nesta terça-feira, no pit-lane de Jerez de La Frontera, o W05 - modelo que será utilizado na temporada de 2014. Conservadora, a equipe manteve a tradicional pintura prateada, com mais detalhes em preto e com tons esverdeados devido à cor do patrocinador.

Nico Rosberg e Lewis Hamilton com o carro da Mercedes para 2014
Miguel Angel Morenatti/AP
Nico Rosberg e Lewis Hamilton com o carro da Mercedes para 2014

Peça que sofreu mudanças mais drásticas de um ano para o outro, o bico do carro da equipe é mais discreto e tem semelhanças com o modelo apresentado pela Ferrari. Ao contrário de outras escuderias do grid, que inovaram em seu desing, o time de Brackley preferiu algo mais simples e adotou um bico com uma abertura normal no meio.

Na última sexta-feira, Nico Rosberg já havia realizado um shakedown do modelo, no qual o guiou por 40 quilômetros. Nesta terça, no entanto, o responsável por assumir o cockpit no primeiro treinamento de pré-temporada é Lewis Hamilton.

Vettel e Ricciardo apresentam novo carro da Red Bull, destacado por bico pontudo

As mudanças no regulamento técnico da Fórmula 1 para 2014 tornam, na opinião de pilotos e engenheiros, praticamente impossível fazer previsões de desempenho para a temporada. Mas para o britânico Lewis Hamilton, isso também adiciona emoção aos primeiros momentos do campeonato.

Antes do início dos testes de pré-temporada em Jerez de la Frontera, na manhã desta terça-feira, Hamilton participou do lançamento do W05, modelo da Mercedes para o Mundial de 2014. Diferentemente do carro do ano anterior, este contou com auxílio e consultoria do britânico em seu desenvolvimento.

"Estou animado para descobrir como é pilotar com o novo motor, como ele soa de dentro do cockpit e comparar o trabalho que fizemos com os rivais. Provavelmente é a temporada com mais novidades que enfrentei em minha carreira e isso é muito emocionante para todos nós", disse Hamilton.

Em 2014, o piloto britânico fará sua segunda temporada pela Mercedes depois de deixar a McLaren, equipe que o apoiava desde as categorias de base do automobilismo e promoveu seu ingresso na Fórmula 1 em 2007. Por já estar habituado ao time da montadora alemã, pôde contribuir mais no desenvolvimento do W05 do que em seu modelo anterior.

"Agora sinto que sou um real membro da equipe e que estamos melhorando a grande relação que construímos no ano passado. Mas ainda será um grande aprendizado para todos. Há muita tecnologia nova nesses carros e muita informação para obter e filtrar o que é realmente importante, então será um desafio com mudanças no estilo de pilotagem e estratégia de corrida também", avaliou.

Para tentar diminuir o impacto das novidades na Fórmula 1, Hamilton utilizou as férias do inverno europeu para realizar treinamentos físicos e inovou para entender as mudanças que sentirá em seu carro.

"Provavelmente foi o inverno mais curto que tive fora do carro. Passei o Natal e o Ano-Novo treinando nas montanhas e até coloquei um motor turbo no meu snowmobile para me acostumar a dirigir um veículo com esse propulsor, o que foi bem incrível", revelou.