Tamanho do texto

Mesmo fazendo só 1 a 0, atual campeão brasileiro jogou bem e perdeu muitas chances de gols no Mineirão

Em seu primeiro compromisso de 2014, o Cruzeiro entrou em campo com a base do time que conquistou o Campeonato Brasileiro em 2013. Mesmo com força máxima, a equipe venceu a URT, que volta à elite do estadual depois de quase uma década, pelo placar mínimo de 1 a 0, neste domingo, no Mineirão.

Apesar da falta de ritmo, o Cruzeiro dominou durante grande parte da partida, mas perdeu diversas oportunidades e só não terminou com uma vantagem maior no placar devido à ótima atuação do goleiro Giuliano, que fez espetaculares defesas e foi o grande nome do jogo. O atleta só não conseguiu evitar o gol de Ricardo Goulart, que fez de cabeça no fim do primeiro tempo.

Cruzeiro estreou no Mineiro diante do URT
Cristiane Mattos/Futura Press
Cruzeiro estreou no Mineiro diante do URT

Com a vitória na estreia, o atual campeão brasileiro volta a jogar no Campeonato Mineiro no próximo sábado, dia 1º de fevereiro, para enfrentar o Caldense. Já a URT terá pela frente o Boa Esporte, no domingo.

O jogo
Mesmo com o adversário dando início à partida, o Cruzeiro não demorou para pegar a bola e ter a primeira chance de gol. Logo aos dois minutos, Ricardo Goulart aproveitou vacilo da defesa e chutou próximo à trave esquerda de Giuliano. O jogo seguiu com amplo domínio do time da casa, mas a URT levou perigo aos cruzeirenses na primeira vez em que chegou. Após cobrança de escanteio, Robinho conseguiu desviar e acertou o travessão de Fábio.

A partir daí, o time de Pato de Minas entrou na partida e começou a oferecer resistência, mas quase sofreu o primeiro gol aos 25 minutos. Depois de desvio dentro da área, Éverton Ribeiro arriscou um ótimo chute que tinha o ângulo esquerdo como endereço, mas Giuliano fez uma defesa espetacular para manter a igualdade.

Depois de salvar sua equipe em diversos momentos, o goleiro da URT não conseguiu evitar o gol da Raposa aos 42 minutos. Aproveitando o cruzamento de Egídio, Ricardo Goulart deu um peixinho e tocou de cabeça no canto para abrir o placar.

O segundo tempo começou com um susto para URT, já que o Cruzeiro marcou logo no primeiro minuto com Borges, mas o árbitro viu falta de Dedé em Pablo e anulou a jogada. Na sequência, Giuliano voltou a ser o destaque após operar mais um milagre e defender ótimo chute de Lucas Silva.

Na tentativa de vencer Giuliano, que continuou fazendo boas defesas, Marcelo Oliveira apostou em novos nomes para o ataque e fez três substituições, tirando Dagoberto, Borges e Ricardo Goulart para colocar William, Júlio Baptista e Marcelo Moreno. A tentativa, no entanto, não surtiu efeito e o placar continuou inalterado. No final, Fábio ainda assustou o Cruzeiro ao tentar sair jogando e trombar com Eraldo, que caiu dentro da área e ficou pedindo pênalti.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 URT

Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Data: 26 de janeiro de 2014, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcos Vinícius de Sá dos Santos (CBF/FMF)
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho (CBF/FMF) e Marco Antônio da Silva (FMF)

Cartões Amarelos : Marcel e Diego Marzagão (URT)

Gol:
CRUZEIRO: Ricardo Goulart, aos 42 do primeiro tempo

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Souza, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Marcelo Moreno); Dagoberto (William) e Borges (Júlio Baptista)
Técnico: Marcelo Oliveira

URT: Giuliano; Iran, Pablo, Marcelinho e Marcel; Marzagão, Erick, Thiago Matos e Michel (Wendell Lira); Robinho (Leandro Mineiro) e Paulão (Eraldo)
Técnico: Luís Eduardo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.