Tamanho do texto

Seu filho, Rivaldo Júnior, ficou no banco de reservas e não foi chamado por Aílton Silva para entrar no duelo

Nem Rivaldo pai, nem Rivaldo filho participaram da vitória do Mogi Mirim sobre o Linense deste domingo, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Fora de casa, o Sapão conseguiu abrir 2 a 0 ainda no primeiro tempo, com o Elefante descontando apenas no minuto final. Presidente do clube, Rivaldo não jogou e assistiu a partida das tribunas do estádio. Seu filho, Rivaldo Júnior, ficou no banco de reservas e não foi chamado por Aílton Silva.

Muito vaiado no Gilbertão durante a partida, o Linense segue sem vencer no Campeonato Paulista e já liga o sinal de alerta contra o rebaixamento, ocupando a quarta colocação do grupo A. Já o Mogi subiu para a terceira colocação no disputado grupo D, com seis pontos, mesma pontuação do Bragantino.

Aos 33 minutos de jogo, Morato recebeu lançamento, deixou para trás o zagueiro Alex Morais e chutou colocado, abrindo o placar para os visitantes após um bom início da equipe, que apostou nos contra-ataques e levou a melhor sobre o adversário.

Cinco minutos mais tarde, Oberdan foi empurrado na área por Gedeílson. O árbitro considerou pênalti e Elanardo, chutando com categoria no canto esquerdo, garantiu uma excelente vantagem para o Mogi Mirim.

O Linense só conseguiu reagir aos 48 minutos do segundo tempo, quando Alex Morais, de cabeça, acertou em cheio as redes após cruzamento certeiro de Fernandinho. Logo depois do gol, no entanto, o juiz encerrou a partida.

FICHA TÉCNICA
LINENSE 1 X 2 MOGI MIRIM

Local : estádio Gilbertão, em Lins (SP)
Data : 26 de janeiro de 2014, domingo
Horário : 19h30 (de Brasília)
Árbitro : Vinicius Furlan
Assistentes : Leonardo Schiavo Pedalini e Rafael Tadeu Alves de Souza
Cartões amarelos: Branquinho, Gedeílson e Tobi (Linense); Serginho (Mogi Mirim)

GOLS
LINENSE: Alex Morais, aos 48min do segundo tempo
MOGI MIRIM: Morato, aos 33 minutos do primeiro tempo; Elanardo, aos 40 minutos do primeiro tempo

LINENSE : Anderson (Léo); Gedeílson, Alex Morais, Tobi e João Lucas; Leandro Ferreira, Thiago Santos e Diniz (Branquinho); Fernandinho, Rodriguinho (Rodrigo Tiuí) e Anselmo
Técnico : Bruno Quadros

MOGI MIRIM: Reinaldo (Alex Alves); Edson Ratinho, Álvaro, Mirita e Leonardo; Magal, Elanardo (Valdir), Olberdan e Morato (Vitinho); Everton Sena e Serginho
Técnico : Aílton Silva