Tamanho do texto

Atualmente, o Santos conta com quatro atletas formados na base: Victor Andrade, Neílton, Gabriel e Giva

Stéfano Yuri em ação na final diante do Corinthians
Lucas Baptista/Futura Press
Stéfano Yuri em ação na final diante do Corinthians

Destaques do setor ofensivo do Santos na campanha que culminou no título da Copa São Paulo de Futebol Júnior desta temporada, os atacantes Diego Cardoso e Stéfano Yuri querem repetir o sucesso da base entre os profissionais do clube alvinegro. Após a vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians , neste sábado, no Pacaembu, a dupla não escondeu o desejo de ser integrada definitivamente ao time principal, atualmente comandado pelo treinador Oswaldo de Oliveira.

"Primeiro eu quero minha oportunidade no profissional. Estar ao lado de grandes jogadores no time de cima só teria a acrescentar a mim e minha carreira", afirmou o centroavante Stéfano Yuri, que participou da jogada do primeiro gol diante do Corinthians.

Diego Cardoso, por sua vez, já realizou sua estreia pela equipe principal. Suspenso das semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o jovem atleta, de 19 anos, foi chamado por Oswaldo para compor o banco de reservas no empate por 1 a 1 com Audax, na última terça-feira, e entrou no final do jogo. Agora, o atacante projeta acumular mais minutos em campo no profissional.

"Todos os jogadores tem o pensamento de atuar pela equipe principal. Não joguei por muito tempo contra o Audax, mas felizmente já tive a chance de jogar no profissional e agora espero continuar", encerrou o atleta.

Atualmente, o Santos conta com quatro jogadores formados nas divisões de base para formar o ataque: Victor Andrade, Neílton, Gabriel e Giva. Além do trio, Oswaldo de Oliveira tem opções mais experientes, como Leandro Damião, Thiago Ribeiro e Rildo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.