Tamanho do texto

Estádio da Ponte Preta registrou um aumento de capacidade de 16,9 mil para 19,2 mil pessoas

Razão da ausência da Ponte Preta na rodada inaugural do Campeonato Paulista, o estádio Moisés Lucarelli foi liberado pelo Corpo de Bombeiros. Em vistoria realizada nesta quinta-feira, os reparos no vão do guarda-corpo, localizado abaixo do placar eletrônico, foram aprovados. Além disto, o Majestoso registrou um aumento de capacidade: de 16,9 mil para 19,2 mil pessoas.

O Auto de Vistoria, que possui validade até 23 de janeiro de 2015, já foi encaminhado para a Federação Paulista de Futebol, que deve confirmar a sua autenticidade nos próximos dias. Assim, a Ponte Preta deve voltar a atuar em solo campineiro neste sábado, às 19h30 (de Brasília), diante do Grêmio Osasco Audax.

A nova capacidade do Moisés Lucarelli ainda não agrada os mandatários da Macaca. Em novembro do ano passado, quando a equipe campineira disputava o mata-mata da Copa Sul-americana, competição em que ficou na vice-colocação, o Corpo de Bombeiros chegou a liberar o Majestoso para 20,970 lugares, depois de verificar adaptações na logística de fluxo dos torcedores. Todavia, o número antigo não fora repetido na última vistoria.

O Majestoso estava interditado desde o fim de dezembro por uma diferença de 15 centímetros entre uma barra do guarda-corpo e o piso do setor norte das arquibancadas. Segundo o Corpo dos Bombeiros, tal medida era suficiente para uma criança passar e cair. Com a situação regularizada, a diretoria ponte-pretana programou o início da venda de ingressos para a manhã desta sexta-feira. Quem for com a camisa ponte-pretana pagará meia-entrada, que equivale a R$ 20,00.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.