Tamanho do texto

"Temos muito o que caminhar ainda, temos que ter os pés no chão e passar isso aos atletas", disse o treinador

O Goiás goleou o Grêmio Anápolis, por 4 a 1, na última quarta-feira, pela segunda rodada do Campeonato Goiano. Claudinei Oliveira, técnico da equipe, foi cauteloso e disse não se enganar pela chuva de gols: "Todo jogo tem os pontos positivos e negativos". O clube se prepara para enfrentar o Vila Nova, no próximo domingo, às 17h (de Brasília), no Serra Dourada, pela terceira jornada do Estadual.

Leia mais:  Goiás emplaca segunda vitória, e Vila e Atlético-GO se recuperam

"Temos muito o que caminhar ainda, temos que ter os pés no chão e passar isso aos atletas. Deu para observar que o time já lançou menos bola, jogou mais com ela no chão, criando jogadas, que é da maneira que eu gosto que eles joguem", afirmou o treinador, comparando a partida da última quarta com a estreia do Goiás no Goianão. Diante do Anápolis, na primeira rodada, o triunfo foi apenas por um gol.

Os gols do último jogo, diante do Grêmio Anápolis, foram marcados por Clayton Sales, Araújo (ambos de pênalti), Thiago Mendes e Ramon. A partida, disputada na Serrinha, contou com pouco mais de 900 pagantes.

Para o próximo duelo, o maior clássico do Estado de Goiás, frente ao Vila Nova, Claudinei Oliveira não se amedronta. "Vou trabalhar como trabalho para qualquer jogo. Sabemos da importância que o jogo tem para o torcedor e também da repercussão midiática. Porém, temos que ter consciência de que vale três pontos como qualquer outro e não seis porque é clássico", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.