Tamanho do texto

Atual campeão do torneio de juniores, equipe paulista fez 3 a 0 em mineiros, com dois de Stéfano Yuri

Em duelo válido pela semifinal da Copa São Paulo de Juniores, o Santos, atual campeão da competição, encarou o Atlético-MG e venceu por 3 a 0, na Arena Barueri, garantindo seu lugar na final em busca do bicampeonato.

Comente esta notícia com outros torcedores

Stéfano Yuri, no final do primeiro tempo, abriu o placar. Matheus Augusto, na segunda metade da etapa complementar, aumentou. No fim, Stéfano Yuri fez o terceiro.

Jorge Eduardo tenta passar por Uilson, goleiro do Atlético-MG
Daniel Vorley/Agif/Gazeta Press
Jorge Eduardo tenta passar por Uilson, goleiro do Atlético-MG


Agora, na decisão da competição, o Santos encara o vencedor de Corinthians x Fluminense, que duelam ainda nesta terça-feira na outra semifinal.

O time da Vila Belmiro começou bem a partida e, logo aos 11 minutos já balançava as redes com Serginho. O garoto recebeu bom passe de Lucas Otávio e tocou na saída de Uilson, encobrindo o goleiro. Contudo, o árbitro anotou impedimento duvidoso, anulando o gol.

O lance pareceu abalar os santistas, que passaram a ser pressionados. Aos 18, o goleiro João Paulo precisou fazer grande defesa após chute de Dodô, da entrada da área. Cinco minutos depois, o goleiro foi superado por Nolasco, mas o zagueiro Zé Carlos salvou o Santos em cima da linha.

Depois de muito equilíbrio no restante da primeira etapa, o Santos conseguiu um importante gol antes de ir para o vestiário. Fernando fez boa jogada pela direita e cruzou para Stéfano Yuri, que completou para as redes.

O gol no fim do primeiro tempo animou os Meninos do Santos, que voltaram melhor para a segunda etapa. Após perderem boas chances, ora pela falta de pontaria dos atacantes, ora pela boa atuação de Uilson, chegou ao segundo gol.

Aos 32 minutos, Matheus Augusto recebeu na esquerda, fintou um zagueiro e bateu por cobertura, surpreendendo Uilson, que não pode evitar que a bola morresse nas redes.

Aos 42 minutos, o Santos achou seu terceiro gol em uma bola parada. Após escanteio batido na segunda trave, Stéfano Yuri subiu mais alto e fez o terceiro. Assim, o Santos garantiu sua vaga em mais uma final de Copa São Paulo, a quinta de sua história e pode conquistar o terceiro título, o segundo seguido.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.