Tamanho do texto

Técnico Mano Menezes lembra que no começo da temporada não há tempo de recuperação entre os jogos

Mano Menezes comanda treino no Corinthians depois de vitória na estreia no Paulistão
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Mano Menezes comanda treino no Corinthians depois de vitória na estreia no Paulistão

O Corinthians venceu na estreia no Campeonato Paulista, mas apresentou queda de rendimento no segundo tempo do jogo diante da Portuguesa. Se animou Mano Menezes do ponto de vista tático-técnico, a partida com placar de 2 a 1 confirmou suas preocupações sobre as dificuldades físicas enfrentadas no início da temporada.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"É muito duro esse começo, com duas semanas de preparação, jogo de domingo e quarta, domingo e quarta, sem período nenhum de recuperação. Os atletas treinaram bem, responderam bem, mas começam os jogos, aí vem o desgaste, uma batida no músculo, uma recuperação não tão boa", afirmou o treinador.

Leia também: Lesão de rival dá tempo a Uendel para afinar parceria com Danilo no Corinthians

O gaúcho apontou que o problema não é exclusivo do Corinthians. Em um momento em que todos os times lutam para colocar o gás de seus jogadores em dia, o importante é começar pontuando. "Fazendo resultado, ganha-se confiança, e as coisas ficam mais fáceis lá na frente", disse Mano.

Na busca por essas vitórias, no entanto, existe uma grande preocupação para evitar contusões. De acordo com o treinador alvinegro, as escalações e, especialmente, as substituições feitas durante as partidas têm muito a ver com a parte física nesta fase do ano.

E mais: Com 'sorriso diferente', Romarinho se diverte sozinho após jornada feliz

"O tempo de preparação é muito curto. É sacrificante, o jogador não consegue imprimir ritmo no segundo tempo. E é muito perigoso você provocar lesão no início da temporada, o que significa uma perda muito grande. Você tenta dosar isso, equilibrar e fazer alterações que não quer fazer, no jogo em disputa ou no jogo seguinte, para proteger o atleta", comentou o técnico.

Durante a vitória sobre a Portuguesa, Mano sacou Romarinho, que era o melhor em campo, Rodriguinho e Paolo Guerrero. Ele seguirá de olho no desgaste do elenco para definir a escalação e as mudanças a ser feitas no confronto com o Paulista, na quarta-feira, em Americana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.