Tamanho do texto

"Alguns deles sentiram demais, então teremos que mexer. Não adianta. Jogar sem estar preparado é até perigoso", disse técnico após derrota para Bragantino no Paulista

Muricy Ramalho, técnico do São Paulo
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo

O técnico Muricy Ramalho mudará a escalação do São Paulo para a segunda rodada do Campeonato Paulista. Não somente por causa da decepcionante derrota por 2 a 0 para o Bragantino, no domingo, mas principalmente porque os seus jogadores ainda não estão bem condicionados fisicamente.

O que achou da estreia do São Paulo no Paulistão? Comente com outros leitores

"Alguns deles sentiram demais, então teremos que mexer. Não adianta. Jogar sem estar preparado é até perigoso. Por isso, veremos quem são aqueles que estão melhores fisicamente na hora de escalar o time", comentou Muricy, de olho no jogo contra o Mogi Mirim, na quarta-feira, no Morumbi.

Na reapresentação após o tropeço em Bragança Paulista, nesta segunda-feira, os jogadores considerados titulares do São Paulo farão um trabalho regenerativo no CT da Barra Funda. Outra parte do time disputará um jogo-treino com a seleção dos Estados Unidos, que está hospedada no local.

A intenção de Muricy é minimizar os trabalhos com bola como o do amistoso com os norte-americanos, para intensificar os treinamentos físicos. "Precisamos melhorar o condicionamento dos jogadores. É a prioridade. Na semana passada, tivemos que parar um pouco essas atividades para disputar jogos-treinos", lembrou.

As dificuldades de início de temporada foram justamente a justificativa de Muricy e de seus comandados para a derrota para o Bragantino. "É normal que o primeiro jogo seja complicado. Uma equipe com uma condição física mais apurada pode jogar no contra-ataque e se sair bem, mesmo sem ter um grande time", avaliou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.