Tamanho do texto

Atacante fez belo gol na vitória do Palmeiras sobre o Linense na estreia do Paulistão 2014

O atacante Alan Kardec entende que o Palmeiras ainda está distante de atingir sua capacidade máxima nesta temporada. Mas, depois da vitória por 2 a 1 na estreia do Paulistão, contra o Linense, o jogador demonstrou entusiasmo com o gol que marcou no Pacaembu, neste sábado.

Palmeiras vence Linense na estreia do Paulistão e começa seu centenário em paz

"É difícil eu ficar falando se foi um golaço, porque não sou egocêntrico, mas fico feliz pelas pessoas dizerem que foi bonito. Com certeza, ele terá um lugarzinho no meu DVD", ponderou. O lance da virada alviverde aconteceu aos 23 minutos do segundo tempo, quando o atacante recebeu de Mazinho, deixou um defensor para trás e tocou na saída do goleiro.

Mazinho é abraçado por Wesley depois do primeiro gol do Palmeiras
Luís Moura/Gazeta Press
Mazinho é abraçado por Wesley depois do primeiro gol do Palmeiras

Emprestado pelo Benfica ao Palmeiras desde o meio do ano passado, Kardec marcou 14 gols em 2013 e tenta agora se adaptar aos reforços do clube. Neste sábado, o jogador formou o setor ofensivo com Diogo (contratado este ano) e Mazinho (acaba de voltar de empréstimo).

"Vamos buscar o encaixe aos poucos, porque algumas peças estão chegando agora e é natural que exista desentrosamento. Temos de procurar o entrosamento o mais rápido possível, sempre almejando as vitórias", ponderou.

A receita de Alan Kardec para ter uma boa temporada é pensar no lado coletivo como prioridade. "Se pudesse, gostaria de fazer um gol por partida, mas isso é muito difícil e temos de pensar no grupo. Se tiver companheiro bem posicionado, eu passo a bola", completou.

Além dos reforços, o Palmeiras também assegurou a permanência de Leandro, que formou dupla com Kardec no ano passado e não atuou neste sábado por estar abaixo fisicamente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.