Tamanho do texto

Com o domínio das ações desde o início, Santos bateu surpresa e encara o vencedor de São Paulo e Atlético-MG

Jogadores do Santos comemoram gol na vitória contra o Taboão da Serra
Edno Luan/Futura Press
Jogadores do Santos comemoram gol na vitória contra o Taboão da Serra

O Santos não deu chances para que a maior surpresa da edição 2014 da Copa São Paulo de Futebol Junior se mantivesse viva na principal competição da base brasileira. Na manhã desta sábado, os Meninos da Vila mostraram a sua força e, após dominarem o jogo do início ao fim, bateram o Taboão da Serra por 3 a 0, na Arena Barueri, avançando à semifinal da Copinha.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Apesar de não contar com o atacante Neílton, que segue negociando a sua transferência para o Cruzeiro, o time da Baixada liquidou o confronto logo na primeira etapa. Disposto a pressionar a equipe sensação do torneio, o Peixe abriu o placar aos 19 minutos, com Paulo Ricardo. O zagueiro aproveitou sobra após disputa de cabeça dentro da área do Taboão, acertou um lindo chute de primeira e estufou as redes de Rogério.

Antes disto, o Peixe já massacrava o Cats . A equipe alvinegra se mantinha no campo ofensivo e, com marcação pressão, não deixava o Taboão sair jogando. Com dificuldade para segurar a bola no ataque, a equipe da região metropolitana de São Paulo sequer parecia aquela que eliminou Grêmio, Audax e São Bernardo, e não levava perigo ao gol de João Paulo.

Com isto, o Santos foi para cima e, não fosse um erro de arbitragem, teria ampliado o marcador. Aos 21, Lucas Otávio tentou chute da fora da área, e o goleiro soltou. Diego Cardoso empurrou para dentro no rebote, mas o árbitro Marcelo Ferreira da Silva assinalou impedimento erroneamente. O time da Baixada, porém, também foi ‘ajudado’ na sequência.

Aos 30 minutos, Natis aproveitou rebote do goleiro João Paulo e também balançou as redes, mas a arbitragem novamente viu impedimento onde não tinha e evitou a comemoração. Dois minutos depois, entretanto, não havia árbitro que impedisse o segundo gol do clube praiano. Serginho recebeu belo passe em diagonal e, do lado esquerdo da grande área, deu um lindo toque por cima de Rogério, acertando o cantinho canhoto da meta do Taboão: 2 a 0.

Com o jogo praticamente definido, o Santos diminuiu o ritmo, e o Cats foi melhor no último terço da primeira etapa. No entanto, passou a esbarrar nos erros de passe e sequer finalizou ao gol de João Paulo. No segundo tempo, porém, começou a assustar mais. Léo Cotia, Tomas, Caíque e Gustavo foram os responsáveis pelas primeiras defensas de João Paulo no jogo.

A pressão do Taboão, porém, deixou mais espaço para os contragolpes do Peixe, que sacramentou a vitória aos 26 minutos. Lucas cometeu pênalti em Mateus Augusto, e Diego Cardoso cobrou com categoria no canto direito de Rogério, que sequer saiu na foto. No último minuto, Mateus Augusto ainda se deu ao luxo de perder uma oportunidade inacreditável com o gol aberto. Final de papo: 3 a 0 Santos, que avançou à semifinal e manteve vivo o sonho do bicampeonato consecutivo da Copa São Paulo de Futebol Junior.

O próximo adversário sai do confronto entre São Paulo e Atlético-MG, que se enfrentam ainda neste sábado, às 17 horas (de Brasília), também na Arena Barueri. A semifinal será disputada na quarta-feira, ainda sem horário definido. Do outro lado da chave, os ganhadores de Fluminense x Internacional, e Corinthians x Paraná Clube jogarão por um lugar na grande decisão.