Tamanho do texto

"Não me equivoquei. Foi uma ótima decisão e meu desejo é encerrar a carreira no Barcelona", disse o meio-campista

Ídolo do Barcelona, o meio-campista Xavi revelou, em entrevista ao jornal catalão "Mundo Deportivo", que esteve muito próximo de assinar com o Bayern de Munique em 2008, após a saída de Frank Rijkaard do comando do clube espanhol. Segundo ele, Pep Guardiola, recém chegado ao clube, foi fundamental para sua permanência.

Xavi Hernandéz, jogador do Barcelona
Getty Images
Xavi Hernandéz, jogador do Barcelona

"Foi uma investida séria. Chegaram a marcar uma reunião entre o então treinador do Bayern e Branchini (empresário de Xavi)", revelou o meia, que havia acabado de vencer a Eurocopa de 2008 pela Espanha. Xavi ainda havia sido eleito o melhor jogador do torneio.

"Não houve tempo para nada. Pep me agarrou e disse que eu não poderia ir, porque o que o Barça tinha em mente naquele momento girava em torno de mim e de certos jogadores ao meu redor, por isso não poderia deixar o clube", explicou Xavi, descrevendo a conversa que teve com Pep Guardiola, então estreante como treinador.

Questionado se tomou a decisão certa, Xavi não teve dúvidas. "Não me equivoquei. Foi uma ótima decisão e meu desejo é encerrar a carreira no Barça. Agora, Pep está no Bayern, são as voltas do mundo do futebol. É incrível", disse o craque espanhol.

Xavi, de 33 anos, está no Barcelona desde o principio de sua carreira, em 1998. O jogador também passou pelas categorias de base do clube catalão.

    Leia tudo sobre: bayern de munique

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.