Tamanho do texto

Equipe venceu por 4 a 1 e se classificou para as quartas-de-final da competição, quando pega o Taboão da Serra

Com todos os gols marcados no segundo tempo e com ótima atuação do trio de ataque, o Santos não deu chances para a melhor defesa do campeonato e bateu o Grêmio Osasco por 4 a 1, nesta quinta-feira, na Vila Belmiro, em partida válida pelas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Junior. Os Meninos da Vila são os atuais campeões do torneio.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Diego Cardoso, do Santos, comemora gol durante a vitória contra o Grêmio Osasco
Lucas Baptista/Futura Press
Diego Cardoso, do Santos, comemora gol durante a vitória contra o Grêmio Osasco

A partida começou 16 minutos atrasada, já que a ausência de uma ambulância não permitia o início do jogo. Com o problema resolvido, a bola rolou no gramado da Vila Belmiro, que mais uma vez recebeu um bom público. O duelo foi uma reedição das oitavas de final da edição passada da Copinha.

As grandes chances do primeiro tempo aconteceram por meio de bolas paradas da equipe santista, que enfrentava a melhor defesa do campeonato, e uma tarde inspirada do goleiro Gabriel, do Grêmio Osasco, que por sua vez apostava nos contra-ataques, porém sem êxito.

No segundo tempo, o time de Osasco manteve a mesma postura tática e apostava no contra-ataque, porém os Meninos da Vila voltaram mais agressivos ofensivamente, e em menos de 10 minutos fizeram dois gols, com os artilheiros Diego Cardoso e Stéfano Yuri, esse último de letra.

Antes do fim, a torcida santista ainda viu Jorge Eduardo marcar o terceiro gol para o Santos, e o Osasco diminuir com Matheus, em uma cobrança de pênalti. Na sequencia o lateral direito, Daniel Guedes anotou o quarto o gol para os Meninos da Vila, dando números finais a partida.

Nas quartas de final, os Meninos da Vila enfrentam o Taboão da Serra, que venceram sem dificuldades o Audax, de São Paulo, por 5 a 1. O time do interior está invicto na competição, com cinco vitórias em cinco jogos, tendo 18 gols marcados e seis sofridos.

    Leia tudo sobre: Futebol