Tamanho do texto

Clube pagou mais de R$ 25 milhões pele atacante em 2012, mas não conseguiu retribuir a aposta de Kalil

André se reapresentou ao Atlético-MG
Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
André se reapresentou ao Atlético-MG

Uma das contratações mais caras da história do Atlético-MG, o atacante André ainda não conseguiu corresponder o investimento feito pelo clube. O jogador estava emprestado ao Vasco e retorna a Minas Gerais disposto a reconquistar espaço no time mineiro. André admite que Jô tem vantagem para ser titular, mas deixa claro que vai querer jogar.

Deixe seu comentário para a notícia

"O Jô sai na frente, por estar na seleção. Mas não tem favorito aqui. E o Paulo (Autuori) vai colocar quem tiver melhor. Para mim, o Jô ser o titular hoje é melhor ainda, porque como ele vem sendo convocado, me motiva ainda mais para treinar. Esse ano tem muita competição. Quero ser titular, mas farei o melhor para suprir a ausência dele também, quando ele estiver na seleção", declarou.

Para contar com os trabalhos de André em 2012, o Atlético-MG pagou 8 milhões de euros (cerca de R$ 25,6 milhões) aos ucranianos do Dínamo de Kiev. O Atlético-MG recuperou parte do investimento ao negociar 25% dos direitos econômicos do atacante com o Santos por 2 milhões de euros.

"Espero pagar esse preço que o Atlético-MG pagou por mim com bastante gols", disse André, que marcou 12 gols atuando pelo Vasco, que foi rebaixado no último Brasileiro. "Não é mais provar. Nos dois últimos anos, fiz 20 gols. Foram poucos atacantes que fizeram isso", comentou.