Tamanho do texto

Volante França não joga desde novembro de 2011. Lúcio e Victorino também não atuam há mais de seis meses

Preocupado em manter a saúde financeira do Palmeiras, o presidente Paulo Nobre tem feito apostas para a montagem do elenco no ano do centenário. O experiente Lúcio, o zagueiro uruguaio Victorino e o volante França são algumas das contratações de "riscos" para a temporada.

Deixe o sue recado e comente com os outros leitores

França, Victorino e Lúcio não têm uma sequência de jogos há tempos
Reprodução
França, Victorino e Lúcio não têm uma sequência de jogos há tempos

Apesar de já ter apresentado seis reforços, três deles estão há um bom tempo longe dos gramados e podem ficar fora do início do Campeonato Paulista por conta da falta de ritmo de jogo. O experiente Lúcio é o que menos tempo parado: são seis meses afastado.

O último jogo do ex-zagueiro da seleção brasileira foi contra o Internacional, no dia 25 de julho, no Brasileirão do ano passado. Depois acabou afastado pela diretoria do São Paulo por indisciplina, e desde então treinou separado do elenco e não foi mais relacionado.

O zagueiro Victorino e o volante França não entram em campo desde 2012. O primeiro sofreu com diversas lesões, entre elas uma tendão calcâneo direito e outra no joelho direito, que o impediu de ter uma sequência no Cruzeiro. A última aparição dele foi em setembro de 2012, no jogo contra o São Paulo, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

França também não teve sorte. Após passagem pelo Criciúma, o volante foi contratado pelo Hannover, da Alemanha, no entanto, um mês depois de ter chegado ao país foi diagnosticado com tuberculose. Por se tratar de uma doença contagiosa, ele teve de se afastar do time. França sequer jogou a temporada 2012/13.

Se as apostas de Nobre darão certo, somente o tempo poderá dizer. O certo é que o trio vai ter de suar a camisa nesta pré-temporada para voltar ao bom futebol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.