Tamanho do texto

Presidente e técnico conversaram por mais de 30 minutos, e Gobbi disse que a volta à Libertadores é o foco de 2014

Mano conversa com a imprensa na apresentação como técnico do Corinthians
Fernando Dantas/Gazeta Press
Mano conversa com a imprensa na apresentação como técnico do Corinthians

O presidente do Corinthians , Mário Gobbi, teve uma longa conversa com o técnico Mano Menezes, na manhã desta terça-feira. Depois de ter assistido ao treino inteiro no CT Joaquim Grava, o mandatário se sentou no banco de reservas por mais de 30 minutos, em um papo com o treinador.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Apesar de sua relação próxima ao técnico, Gobbi alega que não conversava com Mano há muito tempo e que a contratação do substituto de Tite foi conduzida pelo departamento de futebol. Depois da conversa desta terça, o mandatário avisou que a principal meta da temporada é a volta à Copa Libertadores da América.

"Vim assistir ao treino e ver como os trabalhos estão indo. Mesmo quando não venho, acompanho e sei o que está se passando. Estou muito contente com a programação do Corinthians para este ano, tendo com meta principal a volta para a Libertadores", comentou.

Gobbi foi diretor de futebol do Corinthians no período da primeira passagem de Mano Menezes pelo clube e, por isso, tem boa relação com o treinador. Além do objetivo de ver o técnico reconduzindo o time alvinegro à principal competição continental, o presidente também traça metas fora de campo para seu último ano à frente do clube.

"Ficaria feliz por recolocar o Corinthians na Libertadores e terminar o cronograma de benfeitorias que tenho no clube. Quero deixar o CT da base muito adiantado para quem vier terminá-lo", encerrou.