Tamanho do texto

Zagueiro foi apresentado pelo Palmeiras nesta segunda-feira ao lado do lateral William Matheus

William Matheus e Victorino foram apresentados pelo Palmeiras
Marcos Bezerra/Futura Press
William Matheus e Victorino foram apresentados pelo Palmeiras

O zagueiro Victorino não disputou partidas oficiais pelo Cruzeiro no ano passado. Desde que sofreu lesão no tendão de aquiles em outubro de 2012, o uruguaio não entrou mais em campo, mas nega que sinta uma pressão maior no Palmeiras por conta do passado recente.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Só tenho de demonstrar que estou bem, pois a lesão ficou para trás. Vou me colocar da melhor forma possível e meu jeito de jogar vai ser o mesmo. Não terei uma pressão extra, porque a maioria sabe como jogo. Estou confiante no que posso demonstrar e ajudar os companheiros a ganhar títulos", afirmou.

Antes dos problemas clínicos, Victorino era convocado pela seleção uruguaia, inclusive participando do título da Copa América de 2011. Por isso, o jogador entende que uma boa fase pelo Palmeiras pode reconduzi-lo à equipe celeste.

Victorino e William Matheus mostram humildade por posições no Palmeiras

"Estou em um time grande do Brasil e, se tiver sequência, aumenta a chance de ser convocado. Quando vinha mantendo o ritmo, eu era chamado. Depois, fiquei fora das convocações. Mas, neste ano, meu objetivo é jogar e tentar um lugar no time titular aqui, porque a seleção é consequência disso", completou.

Ciente de que Henrique é titular absoluto do Palmeiras e que Lúcio foi contratado para jogar, Victorino aguarda a decisão de Gilson Kleina sobre a equipe. "Vou trabalhar e mostrar vontade de jogar. A concorrência é muito grande e boa, mas assim é melhor, porque você treina mais e tenta ser o melhor no dia a dia. Depois, a decisão é do treinador", completou.

Victorino foi apresentado oficialmente pelo Verdão nesta segunda-feira, depois de ter assinado contrato até o fim deste ano, envolvido na negociação que manteve Luan no Cruzeiro.

Treino

O técnico Gilson Kleina não viu uma boa apresentação da equipe titular do Palmeiras na tarde desta segunda-feira, em Itu. Ainda sem várias opções para montar o time, como o chileno Valdivia, o treinador viu a formação principal ser derrotada por 3 a 1 pelos reservas no coletivo.

Victor Luis, Felipe Menezes e Tutinha marcaram os gols dos suplentes, enquanto o único reforço escalado como titular, Diogo, descontou. Kleina começou o treino com a seguinte escalação: Fernando Prass; Wendel, Henrique, Tiago Alves e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley e Mendieta; Mazinho, Diogo e Alan Kardec.

No coletivo, Kleina não pôde contar com Valdivia, que fez reforço muscular longe dos gramados. Enquanto isso, outros atletas trabalharam atrás de um dos gols: Lúcio, Patrick Vieira, Victorino e Leandro fizeram atividade física no gramado. Já Eguren ficou em tratamento de uma pancada sofrida no joelho esquerdo, enquanto Bruno Oliveira voltou à capital para se recuperar de lesão muscular na coxa direita.


* Com Gazeta Esportiva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.