Tamanho do texto

Após quatro prêmios seguidos de melhor jogador do mundo, argentino não é o favorito na eleição de 2013

Messi assiste o Barcelona ser massacrado pelo Bayern de Munique na Liga dos Campeões
Kerstin Joensson/AP
Messi assiste o Barcelona ser massacrado pelo Bayern de Munique na Liga dos Campeões

O ano de 2013 não foi como Lionel Messi queria. Mesmo classificando a Argentina para a Copa de 2014 com sobras e conseguindo o título do Campeonato Espanhol pelo Barcelona, o argentino teve um desempenho abaixo da média dentro de campo, muito em função das lesões. Por isso, o camisa 10 chega à premiação da Bola de Ouro da Fifa como "azarão".

Veja: Favorito à Bola de Ouro, Cristiano Ronaldo tem Ribéry como ameaça real

Foram cinco os problemas físicos que atrapalharam o desempenho de Messi em 2013. No mês de abril, a lesão foi na panturrilha; em maio, ele parou por 20 dias em decorrência de problema na coxa, assim como em setembro. Já em agosto e novembro, lesões no músculo adutor afastaram o astro dos gramados por quase nove semanas.

Lesões atrapalharam Messi em 2013
Emilio Morenatti/AP
Lesões atrapalharam Messi em 2013

Na comparação com 2012, o número de gols de Messi caiu pela metade. No ano retrasado, o argentino balaçou as redes adversárias nada menos que 91 vezes, enquanto que em 2013 essa marca caiu para 45. Pelo Barcelona, o argentino fez 40 jogos no ano passado, com 39 tentos anotados. Com a camisa da seleção foram outros seis gols em sete partidas.

Atual tetracampeão da eleição de melhor jogador do mundo, vencendo as edições de 2009, 2010, 2011 e 2012, Messi tem tudo para perder seu reinado para Cristiano Ronaldo ou Ribéry, os outros indicados . Os primeiros e principais indícios da queda do argentino aconteceram na disputa da semifinal da última Champions League, diante do Bayern de Munique.

Na ocasião, Messi estava com a coxa lesionada e visivelmente atuou no primeiro duelo contra os alemães sem condições físicas. Resultado: 4 a 0 para o Bayern, na Allianz Arena, em Munique. No jogo da volta, o craque assistiu do banco de reservas seu time ser massacrado por 3 a 0, em pleno Camp Nou, em Barcelona.

Messi, Cristiano Ronaldo ou Ribéry? Quem é o melhor do mundo?

E mais do que deixar o penta de melhor do mundo escapar, Messi pode até ser o terceiro colocado na escolha de 2013, já que Cristiano Ronaldo, mesmo sem títulos pelo Real Madrid, teve um ano passado recheado de gols e boas atuações - também pela seleção portuguesa -, enquanto Ribéry ganhou tudo o que disputou pelo Bayern de Munique e ainda venceu a eleição de melhor jogador da Europa da última temporada.

Outras premiações

Marta busca o 6º prêmio de melhor do mundo
Getty Images
Marta busca o 6º prêmio de melhor do mundo

Além da Bola de Ouro da Fifa para o melhor jogador do mundo, uma série de outros prêmios serão entregues nesta segunda-feira, no evento que acontece em Zurique, na Suíça. E dois brasileiros estão na disputa: Neymar, na eleição de gol mais bonito do ano, e Marta, no pleito de melhor jogadora do mundo.

E mais: Neymar busca o bi em prêmio da Fifa, e Marta quer o hexa

Técnicos e capitães das seleções nacionais e jornalistas selecionados pela Fifa e pela revista francesa "France Football" participam da votação dos melhores do ano. No regulamento do pleito, os treinadores e atletas não podem escolher representantes de seus próprios times.


Confira os indicados de cada uma das categorias:

Melhor jogador
Cristiano Ronaldo (português, atualmente no Real Madrid-ESP), Franck Ribéry (francês, atualmente no Bayern de Munique-ALE) e Lionel Messi (argentino, atualmente no Barcelona-ESP)

Melhor jogadora
Marta (brasileira, atualmente no Tyresö-SUE), Nadine Angerer (alemã, atualmente no Brisbane-AUS) e Abby Wambach (norte-americana, atualmente no NY Flash-EUA)

Melhor treinador de futebol masculino
Jupp Heynckes (alemão, sem clube), Jurgen Klopp (alemão, atualmente no Borussia Dortmund) e Alex Ferguson (escocês, sem clube - aposentado)

Melhor treinador de futebol feminino
Pia Sundhage (suéca, atualmente na seleção da Suécia), Silvia Neid (alemã, atualmente na seleção da Alemanha) e Ralf Kellermann (alemão, atualmente no Wolfsburg-ALE).

Prêmio Puskas (gol do ano)

- Neymar (Brasil) - Brasil x Japão - Copa das Confederações - 15/06/13: Logo no terceiro minuto do primeiro jogo, Neymar acertou um chutaço no ângulo, abrindo o caminho para o triunfo brasileiro e para o show que o astro daria.

- Ibrahimovic (Suécia) - Suécia x Inglaterra - Amistoso - 13/11/12: O atacante acertou uma linda bicicleta de muito longe, e a bola sobrevoou quase todo o campo antes de encobrir zaga e goleiro ingleses neste amistoso internacional.

- Matic (Sérvia) - Benfica x Porto - Campeonato Português - 13/01/13: O meia sérvio acertou um chute incrível de primeira contra o rival Porto, após uma bela jogada da equipe do Benfica.

Confira os gols:


    Leia tudo sobre: Bayern de Munique

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.