Tamanho do texto

"Se for analisar, há menos concorrência na lateral direita", afirma o jogador do time do Morumbi

Paulo Miranda, jogador do São Paulo
Divulgação/Vipcomm
Paulo Miranda, jogador do São Paulo

A contratação do lateral direito Luis Ricardo não fará com que Paulo Miranda volte a ser zagueiro no São Paulo . O jogador já avisou que continua a achar mais fácil se firmar na mesma posição que o reforço, como ocorreu em 2013.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Se for analisar, há menos concorrência na lateral direita. Por isso, vou trabalhar forte para dar um pouquinho de dor de cabeça ao professor", projetou Paulo Miranda, sem desrespeitar o seu novo companheiro. "Sei que o Luis Ricardo chegou e que ele é da posição."

Leia ainda: Cortez rescinde com Benfica e abre espaço para retorno ao Brasil

Curiosamente, Luis Ricardo também não é um lateral direito de origem. O reforço do São Paulo atuou como atacante durante a maior parte da carreira. Foi deslocado definitivamente para o lado do campo em seu último clube, a Portuguesa, após passagens por Vila Nova, Grêmio, Marcílio Dias, Avaí, Ponte Preta e Mirassol.

Assim como Luis Ricardo, que ofereceu a sua versatilidade para o técnico Muricy Ramalho, Paulo Miranda também se dispôs a ser útil em outro setor. "Procuro estar sempre treinando para estar à disposição do professor, seja na lateral ou na zaga", avisou.

Independentemente de suas posições em campo (ou no banco de reservas), Paulo Miranda e Luis Ricardo não querem a repetição do 2013 do São Paulo em 2014. Com mais tempo de Morumbi, o primeiro já fez alguns alertas contra o mau momento.

"Devemos mudar o nosso pensamento, ficando mais aguerridos, com fome de bola. Vamos provar para nós mesmos que somos capazes de lutar por títulos", pregou o zagueiro de origem.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.