Tamanho do texto

Equipe enfrenta neste sábado, às 19h, o Fluminense de Feira, em São Carlos, pela Copa São Paulo de Futebol

O Palmeiras inicia neste sábado a busca pelo primeiro título no ano de seu centenário. Diante do Fluminense de Feira, em São Carlos, a equipe estreia na Copa São Paulo de Futebol Júnior de olho na conquista inédita da competição. O elenco, recheado de atletas da equipe sub 20, é reflexo de um último ano de muita mudança e reestruturação nas categorias de base do clube.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

Palmeiras prioriza garotos do sub 20 para a Copa São Paulo
Divulgação
Palmeiras prioriza garotos do sub 20 para a Copa São Paulo


Desde que Paulo Nobre assumiu a presidência, em janeiro do ano passado, o futebol amador passou por diversas alterações e adequações das funções. Para a profissionalização do setor, foi contratado Erasmo Daminani, ex-Figueirense, que assumiu a função de coordenador geral, além da troca das comissões técnicas sub 15, sub 17 e sub 20.

Diogo Giacomini foi dos treinadores que chegou no ano passado. Contratado em abril, depois de cinco anos no juvenil do Atlético-MG, Giacomini será o responsável por comandar o Palmeiras na Copa São Paulo de 2014. Nas mãos, ele terá um time experiente e finalista do Campeonato Brasileiro da categoria, torneio disputado em dezembro último.

“Disputar o Brasileiro foi muito positivo. Você vai para um campeonato de nível com 20 times da Série A e você faz o maior número de jogos possíveis. E o grande segredo das categorias de base é dar essa sequência de jogos difícil para os jogadores porque são as equipes que eles enfrentarão no profissional. Ter chegado à final, foi atingido o máximo do nosso objetivo no sentido de fazer sete jogos em alto nível contra grandes do futebol brasileiro”, exaltou o treinador.

Com o time composto essencialmente de atletas que disputaram o Brasileiro Sub 20, a comissão técnica palmeirense preocupou-se em planejar um cronograma específico de treinamento para os jogadores, a fim de preservá-los durante uma competição que possui um número excessivo de clubes participantes, maratonas de jogos e viagens longas.

Diogo Giacomini comandará o Palmeiras na Copa São Paulo
Divulgação
Diogo Giacomini comandará o Palmeiras na Copa São Paulo

O Palmeiras voltou aos trabalhos um dia depois do réveillon e viajou para São Carlos, a 255 quilômetros da capital paulista, na última sexta-feira. “Os treinamentos, juntamente com o departamento de fisiologia e preparação física, serão curtos, porém, intensos. Não vamos perder intensidade, mesmo porque jogamos assim. O volume e a duração dos treinamentos serão mais curtos, porque esses atletas ainda estão em recuperação física e existe a fadiga mental, que é muito estudada no futebol. Esses atletas chegaram ao ápice de uma competição, e nós precisamos deles para fazer uma boa estreia”, explicou Giacomini.

Diogo ainda comentou sobre a obsessão dentro do clube em conquistar a Copa São Paulo. “O foco precisa ser mudado. Aqui fala-se muito somente em ganhar a Copa São Paulo. Enquanto o Palmeiras ficar só assim, ele não vai conseguir ganhar nem revelar jogadores. A Copa São Paulo é de tiro curto, não podemos fazer terra rasada por ter conquistado ou não a Copa São Paulo. É lógico, temos de reestruturar o departamento de base para que tenhamos jogadores talentosos em todas as categorias e que a metodologia seja forte e tenha sequência. A partir do momento que o Palmeiras tiver esse trabalho fortalecido, vai ganhar não só uma, mas sim várias Copa São Paulo e outros campeonatos”, discursou.

Conheça o elenco do Palmeiras para a Copa São Paulo

Foram convocados 25 atletas para a disputa da competição, a maioria deles compõe a equipe sub 20. Do grupo formado, destacam-se: o goleiro Vinícius Silvestre, o zagueiro Gabriel Dias, o volante Lucas Morelatto, o meia Juninho e os atacantes Lucas Taylor e Hugo. Todos eles já disputaram a Copinha pelo Palmeiras.

Outro jogador que vale ressaltar é o zagueiro Thiago Martins. O defensor foi contratado do Mogi Mirim – clube pelo qual disputou três vezes a Copa São Paulo – e logo passou a integrar o elenco profissional de Gilson Kleina. Martins foi titular na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, contra a Chapecoense, e ficou no banco no duelo contra o Icasa.

O lateral-esquerdo Mateus Muller, ex-Desportivo Brasil e São Paulo, e o atacante Erik, ex-Guarani, foram contratados no segundo semestre e também se destacaram. É para ficar de olho neles!

Reformulação nas categorias de base

Fim do Palmeiras B : O time encerrou as atividades no início do ano passado, e um gasto de cerca de R$ 10 milhões anual foi cortado. A equipe foi criada em 2000, na gestão do então presidente Mustafá Contursi, inspirado em modelo dos clubes espanhóis Barcelona e Real Madrid.

Corte de atletas : Antes, o clube antes possuía 56 jogadores no sub 20, 62 no juvenil e pouco mais de 40 no infantil. O número foi reduzido e hoje o trabalha-se com cerca de 35 a 40 garotos por equipe.

Integração : Todas as categorias foram integradas, com uma comunicação estreita entre as comissões técnicas para assim permitir o intercâmbio de jogadores entre uma categoria e outra.

Criação de novas categorias : Foram criadas mais duas categorias, a sub 11 e sub 13.

Sistema de captação : Foi criado um sistema de captação de atletas do futebol de campo com futsal, além do recrutamento de jogadores pelo Brasil inteiro. A união das duas modalidades tem a finalidade de aprimorar fundamentos específicos de garotos de nove a 17 anos.

Novo departamento médico: Com o objetivo de integrar as principais áreas da medicina, psicologia e nutrição, o clube criou um novo FutCare, serviço terceirizado, chefiado pelo Dr. Gustavo Magliocca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas