Tamanho do texto

Vitória por 2 a 0 dentro de casa carimba o passaporte do time de Arsene Wenger à quarta fase da Copa da Inglaterra

Rosicky comemora gol do Arsenal
Kirsty Wigglesworth/AP
Rosicky comemora gol do Arsenal

O Arsenal não precisou se esforçar muito para superar o Tottenham e avançar à quarta rodada da Copa da Inglaterra. Neste sábado, em jogo aquém do esperado no Emirates Stadium, os comandados de Arsene Wenger jogaram para o gasto e, mesmo assim, não tiveram dificuldades para vencer o maior clássico de Londres por 2 a 0.

Jogadores como Mesut Ozil, Mertesacker, Podolski e Flamini ficaram apenas no banco de reservas do Arsenal. Ramsey e Giroud sequer foram relacionados. O Tottenham, por sua vez, colocou no gramado o que de melhor tinha disponível. O volante Paulinho, machucado, não jogou. Soldado, Lennon, Dembele, Eriksen e Adebayor, por outro lado, estiveram em campo.

Mas não fizeram muito. Mesmo longe de praticar o futebol que o colocou na liderança do Campeonato Inglês, o Arsenal dominou o confronto desde o início e não correu riscos em nenhum momento. Os gols do duelo foram marcados por Cazorla e Rosicki, um em cada etapa. Com o resultado, o Tottenham agora soma apenas uma vitória nos últimos 25 compromissos diante de seus maiores rivais no Emirates Stadium.

Além disto, o Tottenham fica de fora da Copa da Inglaterra e tem agora que concentrar forças no Campeonato Inglês. O time ocupa a sexta colocação, a dois pontos da zona de classificação para a Liga dos Campeões, e volta a campo no próximo sábado, às 13 horas (de Brasília), diante do Crystal Palace. O Arsenal, por outro lado, segue vivo na FA Cup e lidera a Premier League , voltando à ativa somente na segunda-feira da semana que vem, às 18 horas (de Brasília), contra o Aston Villa, em Birmingham.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.